E. C. Bahia

O trunfo de Carpegiani na luta do Bahia rumo à Libertadores

Renê Júnior volta de suspensão e Lucas Fonseca tem chances de ficar à disposição

Bruno Queiroz (bruno.queiroz@redebahia.com.br)

Contra a Chapecoense, às 18h, na Fonte Nova, no próximo domingo (26) e depois diante do São Paulo no dia 3 de dezembro, o Bahia fará as suas duas partidas mais importantes na Série A. A depender dos resultados e de como as rodadas se configurem, o tricolor poderá voltar a disputar a Copa Libertadores da América, algo que não acontece desde 1989. 

E antes de duas “decisões”, nada melhor do que poder contar com praticamente todo elenco à disposição, principalmente com aqueles jogadores que mais atuaram como titulares no campeonato, compondo o time-base. 

Desde que assumiu, há dez rodadas, Carpegiani nem pôde se queixar tanto de problemas para escalar a equipe. Na sequência de três partidas contra Avaí, Atlético-MG e Santos, o treinador teve até o privilégio de repetir o mesmo time. Na derrota para o Sport, no Recife, foi obrigado a fazer uma mudança, pois Renê Júnior havia recebido o terceiro cartão amarelo.