Turismo

Partiu Férias: Saiba o que é permitido levar na bagagem em viagens aéreas

Viajante pode levar dois tipos de mala, a de mão e a despachada

Agência O Globo

Bagagem é um dos itens que mais gera dúvida, pois as regras diferem em voos nacionais e internacionais. O viajante pode levar dois tipos de mala, a de mão e a despachada.


A bagagem de mão pode ter até 10 kg e deve ter dimensões compatíveis com o bagageiro do avião. Caso ela esteja no peso permitido, mas seja muito larga, por exemplo, ela é despachada sem custo adicional. Já as regras para bagagens despachadas variam de acordo com cada companhia aérea, já que esse é um serviço extra e pode ser cobrado.

Não é aconselhável transportar objetos de valor e eletrônicos na bagagem despachada. Mas, se for necessário, em algumas empresas há a possibilidade de fazer uma declaração de valor do bem despachado no check-in. Nesse caso, a empresa pode checar a existência do bem, solicitar a nota fiscal que comprove o valor e cobrar uma taxa para se responsabilizar por esse transporte.


Recomenda-se lacrar o zíper da bagagem com um cadeado e fixar na mala uma etiqueta com dados pessoais (nome, telefone e endereço). Personalizar suas bagagens com fitas coloridas, por exemplo, facilita a identificação na esteira e diminui a chance de outro passageiro pegá-la por engano. Outra boa prática para proteger sua bagagem é plastificá-la antes de fazer o check-in – este serviço é oferecido em grande parte dos aeroportos, mas não é gratuito.

Cada empresa tem sua própria política para transporte de bagagens especiais. Todas permitem o despacho de certos materiais esportivos e musicais. Como, em alguns casos, o número de itens especiais por aeronave é limitado, é importante que o contrato aconteça com 48 horas de antecedência.



O QUE PODE E O QUE NÃO PODE LEVAR?

Em voos nacionais, são proibidos: armas, objetos cortantes como tesouras, alicates e também produtos inflamáveis.Existem alguns itens que causam muitas dúvidas, mas que podem ser transportados na bagagem de mão. São eles: guarda-chuvas, termômetros, aparelhos de barbear em cartucho e objetos com lâminas inferiores a 6 cm, inclusive canivetes e cortadores de unhas.


O transporte de animais de estimação não é regulado pela ANAC. Cada companhia aérea possui suas próprias regras sobre como embarcar com o seu bichinho.


Não é obrigação da empresa oferecer lanches na viagem, sendo que algumas vendem alimentos durante o voo. Para economizar, você pode levar seu próprio lanche. Em voos domésticos, são permitidos sanduíches e garrafas de água, desde que estejam fechadas na passagem pelo raio x.