Salvador

Polícia prende suspeito de matar estudante na Barra por assalto a mão armada

Geovane, 21 anos, havia sido preso pela primeira vez cinco dias depois do assassinato de Claudson, 15, mas recebeu um alvará de soltura

Redação Correio 24h, com informações de Gil Santos

Acusado de matar o estudante Claudson Alberto Silva Júnior, 15 anos, durante um assalto no bairro da Barra, em Salvador, no dia 29 de março, o jovem Geovane de Santana Rocha, 22 anos, foi preso mais uma vez nesta quinta- feira (18), desta vez acusado de praticar outro assalto, no bairro da Graça,no dia 23 de março.

Foto: Gil Santos/CORREIO

Segundo a delegada Carmem Dolores, titular da delegacia da Barra, ele foi preso por volta das 6h na casa de familiares, no bairro de Nazaré, por uma equipe de policias da 14ª Delegacia, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva.

As informações da investigação indicam que Geovane assaltou dois funcionários de um tabelionado que estavam voltando do almoço, usando um revólver calibre 38. O suspeito, de acordo com a polícia, usava uma motocicleta - no latrocínio, na Barra, ele também usava uma moto.

O preso foi apresentado à imprensa na manhã desta quinta (18). Em depoimento à delegada, Geovane negou a participação nesse assalto que aconteceu na Rua Deocleciano Barreto, na Graça. Ele afirmou que estava com a mãe no dia do crime.

Segundo a delegada, as vítimas do segundo crime identificaram Geovane depois que viram o rosto dele na imprensa, em reportagens relacionadas à morte de Claudson. Ele havia sido preso pela primeira vez cinco dias depois do assassinato do estudante, mas recebeu um alvará de soltura no dia 9 de maio.

Veja Mais