Salvador

População começa a receber boletos de IPTU 2018 nesta segunda-feira (15)

Imposto teve reajuste de 2,7% - índice abaixo da inflação do ano, que fechou em 2,95%

Redação Correio 24h

Os 600 mil contribuintes do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Salvador começam a receber os boletos do imposto, a partir desta segunda-feira (15). O IPTU 2018 teve reajuste de 2,7% - o índice está abaixo da inflação do ano, que fechou em 2,95%, o que representa uma diferença de 8,7%. Os cidadãos que optarem pelo pagamento à vista ainda terão 10% de desconto na cota única.

Foto: Reprodução

Os mais de 245 mil isentos também receberão os boletos nos próximos dias. Caso alguém deixe de receber por algum motivo, poderá emitir uma segunda via do boleto por meio do site da Sefaz, no endereço www.sefaz.salvador.ba.gov.br

O secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto, reforçou as vantagens do desconto para pagamento à vista, em um ano que a inflação registrada foi a mais baixa desde 1998. “O pagamento à vista nunca foi tão vantajoso como em 2018. O contribuinte terá um ganho acima de 7% em relação ao modo parcelado”.

Benefícios

A Prefeitura realizou diversas mudanças no IPTU, a fim de beneficiar ainda mais a população. Entre elas está a implantação de uma trava que impede o aumento do IPTU, superior a quatro vezes o valor cobrado em 2014, de terrenos acima de 2.000 m². Além disso, foi criado o Fator de Desvalorização do Terreno (FDT), que ajusta o valor do metro quadrado em imóveis de grandes dimensões, adequando-o ao preço de mercado.

Também foram criadas medidas para amenizar o impacto da atualização da Planta Genérica de Valores, feita a partir de 2014, como a limitação do aumento anual à reposição da inflação pelo IPCA. A lista integra ainda o incentivo dado aos terrenos com construção em andamento e benefícios fiscais aos imóveis que atendessem às regras de gestão ecológica responsável, ou seja, o IPTU Verde.

Desde 2015, o IPTU da capital baiana se mantém estável, sendo reajustado apenas pela inflação. Além disso, Salvador é disparado o município brasileiro com maior número de isentos: mais de 245 mil.