Mundo

Posição de máscaras de oxigênio em voo provoca alerta

Posição das máscaras de oxigênio no rosto dos passageiros do avião da Southwest Airlines, que sofreu uma pane na terça-feira (17/4), estava errada

Agência O Globo

A pane em um avião da Southwest Airlines na terça-feira (17/4) expôs um problema que, para muitos passou despercebido: a posição das máscaras de oxigênio no rosto dos passageiros.

O avião teve que fazer pouso de emergência no Aeroporto Internacional da Filadélfia (Pensilvânia, EUA) depois que um dos motores do avião explodiu e uma das janelas atingidas por estilhaços da fuselagem quebrou. A passageira que estava perto da janela quebrada, Jennifer Riordan, de 43 anos, teve parte do corpo sugada para fora da aeronave e morreu. Outras sete pessoas ficaram feridas. O voo 1380 estava a caminho de Dallas (Texas, EUA) com 149 pessoas a bordo.

Foto: Reprodução
Durante o pesadelo a bordo, as máscaras de oxigênio caíram dos compartimentos superiores da aeronave. Registros de passageiros mostraram, entretanto, que muitos deles estavam com a máscara na posição errada - cobrindo apenas a boca (o nariz também precisa ser contemplado).

Bobby Laurie, um ex-comissário de bordo, postou no Twitter o alerta: "Prestem atenção aos comissários de bordo! Quase todos puseram a máscara de forma incorreta."

Marty Martinez, que estava no voo, postou no Facebook um vídeo feito quando ainda estava a bordo. Ele também estava com a máscara posicionada de forma errada: