Viver Cabula

Preço do m² no Cabula é de quase R$ 4,5 mil, diz site

Bairro tem sofrido constantes valorizações no valor do metro quadrado

Especial de Conteúdo

Oferecimento
O Cabula é um bom bairro para se comprar um imóvel. O lugar possui atrativos importantes, como escolas e faculdades próximas, variedades de clínicas e outros serviços, além de muitas lojas de segmentos diferentes que ficam localizadas em diferentes regiões do bairro. Além disso, o bairro tem sofrido constantes valorizações no valor do metro quadrado – o que sempre é um ponto a se considerar no momento de investir no seu próximo imóvel.

De acordo com o site Agente Imóvel, o valor médio do m² de um apartamento ou casa no Cabula foi de R$ 4.450 no mês de dezembro de 2017. O valor representa um aumento de 0,91% em relação ao mês anterior. Com isso, os imóveis no bairro tiveram um aumento de R$ 40 no seu preço médio, saindo dos antigos R$ 4.410 para o valor atual. Para chegar a esse resultado, o site avaliou 470 imóveis que estavam à venda no bairro no período.

A pesquisa mostrou também uma recuperação no valor do imóvel nos últimos meses. No mês de agosto do ano passado, o valor médio do m² no bairro era de R$ 4.373.

Valorização

A valorização dos imóveis no Cabula começou no ano de 2007, quando houve uma mudança na forma de ocupação do bairro. Nesse período, os antigos conjuntos habitacionais, que possuíam prédios menores, passaram a dar lugar aos condomínios-clubes, ajudando na verticalização do bairro.

Além disso, a oferta de comércio e serviços aumentou bastante no bairro, o que também contribuiu para essa valorização e para uma maior busca por imóveis na região. Segundo o site ZAP, o Cabula teve um aumento de 28% em busca de imóveis em sua plataforma – isso apenas nos últimos dois anos.

Essa valorização também chegou ao valor do aluguel cobrado por um imóvel no Cabula. De acordo com o Conselho Regional de Imóveis da Bahia (Creci-BA), o aluguel de um apartamento de dois quartos custava cerca de R$ 700 no ano passado. Em 2012, o valor pedido por um imóvel nas mesmas condições era de apenas R$ 400.