Salvador

Prefeitura se reúne com rodoviários para discutir acordo e evitar greve

Secretário de Mobilidade descartou a possibilidade de paralisação e marcou reunião de negociação para a tarde desta sexta

Redação Correio 24h

O secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, informou que uma reunião com o Sindicato dos Rodoviário, marcada para a tarde desta sexta-feira (17), deve definir a questão que envolve a ameaça de greve da categoria.

Nesta sexta, em comunicado aos proprietários das empresas de ônibus e usuários do transporte público, os rodoviários divulgaram que a greve está marcada para a próxima quarta-feira (22), dia da abertura oficial do Carnaval.

"Não vai acontecer. Estamos conversando há cerca de oito dias e a pauta já está quase toda pronta. Hoje (sexta), às 14h, haverá uma reunião entre os rodoviários e a Associação das Empresas de Transporte de Salvador (Integra). Pelas conversas, a gente aposta que sairá de lá com um acordo", disse o secretário ao Correio.

A categoria já tinha entrado em estado de greve – procedimento anterior à paralisação – em uma assembleia, na terça-feira (14). Segundo o sindicato, as ações são para pressionar os donos de empresas para atender demandas dos empregados, como escala de Carnaval, depósito de FGTS e metas estabelecidas que não podem ser atingidas.

Ainda nesta sexta, o Correio entrou em contato com Jorge Castro, diretor de relações sindicais do consórcio Integra, mas ele disse desconhecer as ações dos rodoviários. "Não sei de estado de greve. Não recebi nenhum comunicado oficial. O que sei é pela imprensa. Depois que eu for comunicado, posso dizer o que vamos fazer, mas até agora não há nada marcado", disse Castro, no início desta manhã.

"O comunicado já foi publicado. Estamos aguardando os empresários", disse o vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fábio Primo, sobre o andamento das negociações. O CORREIO tentou falar com Jorge Castro novamente, mas não obteve sucesso.

Veja Mais