Brasil

'Racismo é uma acusação pesada', diz mãe de debutante que usou atores vestidos de escravos

"Em nenhum momento passou pela nossa cabeça menosprezar uma raça", disse Bianca Castilho, mãe da jovem

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A família da jovem de 15 anos que usou atores negros vestidos de escravos afirma que a acusação de racismo é exagerada. O caso aconteceu durante uma festa de debutante da menina, em Belém. "O racismo é uma acusação pesada. Em nenhum momento passou pela nossa cabeça menosprezar uma raça, tanto que em nossa família existem negros e índios", declarou a mãe da adolescente, em entrevista ao G1, nesta quinta-feira (15).

(Foto: Reprodução / Facebook)

As fotos dos preparativos do evento foram publicadas nas redes sociais e tinha como tema Jardim Imperial. A debutante aparece sendo servida por negros. O ensaio foi feito em um sítio na última quarta-feira (14), na região metropolitana de Belém. O episódio teve repercussão na web e gerou revolta entre os internautas. 

"Precisam saber o que de fato se passa por trás da imagem, qual o real significado. A escravidão é algo que é fato, sabemos que ainda existe o racismo! E a foto foge do tema real da festa da debutante que é o imperialismo, 'Jardim imperial'. É fácil criticar sem ter base acerca do assunto, pois é bem mais abrangente", disse Bianca Castilho, mãe da menina. 

A cerimonialista do evento, Lorena Machado, apagou as fotos e publicou uma nota de esclarecimento sobre o ocorrido, que também foi deletada. Segundo Lorena, a produção nunca quis ofender nenhum negro.

(Foto: Reprodução)