Educação

Redação do Enem: saiba como se preparar caso a prova seja temática

Candidatos precisam resistir à tentação de plagiar ideias e trechos abordados nos enunciados

Agência O Globo

No novo formato do Enem, a redação será aplicada no mesmo dia das provas de Linguagens e Ciências Humanas. Dessa forma, aumentam as chances de haver um exame temático, com uma proposta de dissertação que converse com os textos motivadores de outras questões.

Nesse caso, alertam especialistas, os candidatos precisam resistir à tentação de plagiar ideias e trechos abordados nos enunciados.

Foto: Divulgação

— O candidato deve ter muita atenção e de modo algum copiar os pontos que estejam nas questões da prova para compor a redação — afirma a professora Fabiula Neubern, coordenadora de Redação do Curso Poliedro.

Embora não seja comum, tal situação ocorreu no exame de 2015. Na ocasião, o tema proposto para a redação, sobre violência contra a mulher, conversava diretamente com uma questão da prova aplicada no dia anterior, sobre feminismo, que trazia uma citação da escritora Simone de Beauvoir.

Para Ângela Leite, diretora do colégio Cemp Ensino Médio — que obteve as melhores notas em todo o Brasil na redação do Enem de 2015 —, a melhor forma de evitar o plágio é adquirir um bom repertório cultural.

— Não pode copiar, quando muito criar ideias parecidas, mas é preciso trabalhar com essa interdisciplinaridade. Alunos que ainda não tiveram aulas de Sociologia e Filosofia ficam prejudicados, pois são disciplinas que ajudam nessa conversa — diz.

O foco nessas duas áreas é o segredo do sucesso do Colégio Cemp, no Recreio: em 2015, a média de seus alunos foi 930 na redação. Além de o currículo ter quatro tempos por semana destinados a redação, todas as terças-feiras os estudantes têm três horas de uma aula conjunta de Sociologia, Filosofia e Redação.

Confira abaixo a entrevista com Thais de Oliveira, estudante do Colégio Salesiano São Gonçalo, que tirou nota mil na redação de 2015. ‘Eu fazia pelo menos uma redação por semana e comecei a marcar o tempo’, diz ela.

Qual é a receita para a redação nota mil?

Não existe receita, porque os temas permitem discussões diversas e cada estudante tem um estilo de escrita próprio. Contudo, o estudo da redação é um processo de aprimoramento contínuo no qual há dedicação e disposição para aprender não somente com cada redação feita, mas também com os erros cometidos.

Qual era sua rotina de estudo?

Eu fazia pelo menos uma redação por semana e comecei a marcar o tempo a partir do segundo semestre. Procurava escrever em ambiente silencioso. Além disso, os simulados do colégio me ajudaram a escrever sob pressão. Eu também pesquisava bastante sobre os temas propostos. A revista de Atualidades do Guia do Estudante ajudou muito.


Que dicas você dá para os candidatos?

Estar atento às aulas das outras matérias — sobretudo de humanas —, conhecer seu estilo de escrita, aperfeiçoar suas habilidades na prática, não ter medo de errar e conhecer o método de avaliação do Enem.

Vale a pena treinar apostas de temas dos professores?

Certamente vale, pois é preciso confiar na experiência dos professores e lembrar que o desenvolvimento de um tema pode dar suporte à escrita de outro. Além disso, os professores acertam o tema às vezes.