Futebol

Romário perdeu 18 kg após cirurgia, mas garante já estar bem: "Voltei a malhar"

O ex-jogador cravou: “Eu tô ótimo. Já estive doente, hoje estou curado”

Agência O Globo

O senador Romário, que nos últimos meses deixou os seus fãs apreensivos nas redes sociais por conta do seu novo visual, bem mais magro, garantiu neste fim de semana que está muito bem. No dia 24 de novembro, ele passou por uma cirurgia no estômago (gastrectomia vertical com interposição ileal) para curar a diabetes. O Baixinho chegou a perder 18 kg, mas garante estar curado.

Foto: Reprodução/ Instagram

“É uma coisa interessante que eu nunca imaginava que uma cirurgia como essa fosse dar tanta polêmica. Cirurgia essa que muitas outras pessoas já fizeram. Eu posso dizer exatamente o que aconteceu... No dia que eu fiz a cirurgia, no dia 24 de novembro, eu estava com a minha glicose em 400... E a diabetes é uma epidemia mundial... 20 dias depois de ter feito a cirurgia, eu bati 85, 90... Essa é uma cirurgia complexa, cirurgia que pra uns não é oficial, vamos dizer assim. Mas pra mim, particularmente, eu posso afirmar que me curou. Cheguei a perder 18kg no total. Mas agora já estou na fase de ganhar, já ganhei 3 kg nesses últimos 10 dias. Daqui pra frente, agora, é só ganhar um pouco de peso, voltei a malhar, e viver a minha vida normal. Tenho ainda alguma dificuldade de comer tudo aquilo que quero comer, mas no geral estou me sentindo muito bem”, disse Romário ao programa da Eliana, do SBT.

Romário diz que agora a sua missão é tentar levar esse tipo de cirurgia para o SUS.

“Ela é dita como uma cirurgia experimental. A verdade é que não existe interesse dos laboratórios, das farmácias, dos veículos de comunicação, dos médicos e dos planos de saúde... porque, assim como eu sou curado, eu sou prova de que essa cirurgia ela cura a diabetes... Existe uma força muito negativa por parte desses grupos... eles não querem que a cirurgia deixe de ser experimental. Então, uma das minhas lutas agora é, junto com os doutores que fizeram essa cirurgia em mim, a gente tentar fazer com que ela deixe de ser experimental e vá para o SUS para que todas as pessoas possam ter acesso a isso. Já que infelizmente, dependendo da diabetes e do grau muitas mortes”.

Por fim, o ex-jogador de Vasco, Flamengo, Fluminense e seleção brasileira cravou: “Eu tô ótimo. Já estive doente, hoje estou curado”.