Tecnologia

Saiba como proteger você e seus dados no Facebook

Empresa passou recentemente por um escândalo envolvendo vazamentos de dados de milhões de usuários

Redação Correio 24h
- Atualizada em

Depois do escândalo do vazamento de dados de usuários do Facebook, muita gente está desconfiada sobre o que e como a rede social está usando os dados compartilhados em suas páginas. O CEO da empresa, Mark Zuckerberg admitiu erros na rede social, durante sua participação em um encontro para dar explicações ao Congresso americano. O empresário disse também que a sua equipe terá muito trabalho para reconstruir a confiança, conforme o site britânico The Guardian.

Ainda de acordo com a publicação, o diretor de Gestão de Produto do Facebook, David Baser, revelou que a rede social usa suas diversas ferramentas de marketing para compilar dados de pessoas. E isso inclui pessoas que não têm conta na rede social.

Baser escreveu em seu blog que a rede coleta de dados fora de sua plataforma quando alguém "curte" ou "compartilha" algum conteúdo no Facebook, usa sua conta na rede social para se registrar em um site ou aplicativo e acessa um serviço que é cliente de anunciantes do Facebook, por exemplo. Ele também  conta que com outras redes sociais acontece o mesmo, como o Twitter, Pinterest, LinkedIn e outras plataformas.  também podem ter acesso aos dados do usuários por possuírem as funções de curtida e compartilhamento de conteúdo da mesma forma.

Foto: Reprodução
Pessimistas apostam que o único jeito de evitar ter dados divulgados é abandonando a rede social, excluindo sua conta. Mas existem formas menos definitivas de evitar ser vigiado. Todas elas envolvem compartilhar menos informação do que estamos acostumados a compartilhar. A gente dá as dicas aqui embaixo.

Mas assim, que dados são esses que tanto se fala? Ao acessar uma página que use uma das ferramentas do Facebook, o navegador tem acesso a seu endereço de IP e à identidade do seu navegador e sistema operacional. Assim, a página também obtém cookies, que armazenam as preferências do usuário.

Além disso, algumas informações compartilhadas inocentemente podem facilitar empresas e criminosos terem acesso a seus dados. A inofensiva data de aniversário, por exemplo. Junto com o seu nome e endereço ela pode facilitar o acesso de outros à sua conta bancária e detalhes pessoais. O número de telefone é outra coisa. Divulgar seu telefone pode causar transtornos e atrair 'stalkers' e empresas oferecendo serviços. Quem gosta de empresas ligando ou mandando SMS sem pedir?

Evite compartilhar informações muito pessoais sobre seus filhos e sua família. Antes de fazer isso, que tal se perguntar sobre quais tipos de informações eles gostariam de ver publicadas online sobre eles. Além de gerar traumas e constrangimentos nos pequenos, pode atrair atenção de estranhos com intenções nada nobres.

Além disso, evite publicar localização de onde tirou suas fotos, vídeos e publicações. Principalmete quando o endereço for de sua casa. A rede social pode divulgar a localização de sua residência em outra ocasião, sem você querer, associando a publicações antigas. Tipo aquelas postagens que reconhecem o local, sabe? E marca automaticamente. Na mesma linha, evite usar aplicativos de check-in nos locais.

E, claro, nunca esqueça que não se deve compartilhar informações sobre seu cartão de crédito para que não caia em mãos erradas, que podem fazer compras e transações online a partir de dados da sua conta bancária.