Salvador

Publicada em 24/10/2013 às 14h33. Atualizada em 24/10/2013 às 18h49

Saltur rescinde contrato da Ambev para patrícinio do Carnaval de 2014


O contrato entre a prefeitura e a Ambev foi firmado neste ano, e foram investidos R$ 5,25 milhões


Redação iBahia
(redacao@portalibahia.com.br)
publicidade

Foi publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (24), a rescisão, por ato unilateral, do contrato entre a prefeitura de Salvador e a Companhia de Bebidas das Américas (Ambev). De acordo com a nota divulgada pela Empresa Salvador Turismo (Saltur), a anulação aconteceu para que seja possível a comercialização da quota de patrocínio sênior, no segmento de bebidas, do Carnaval de 2014.

O contrato entre a prefeitura e a Ambev foi firmado ano passado e foram investidos R$ 5,25 milhões.


A Ambev enviou um posicionamento sobre caso. Confira o texto na íntegra:

"A Ambev informa que, após longa e detalhada análise, não pode aceitar as condições oferecidas pela Prefeitura, as quais poderiam implicar em descumprimento da legislação aplicável. A empresa reforça que o contrato de  patrocínio para o Carnaval de 2014 foi celebrado após cumprimento de todas as exigências da lei de licitações. O contrato atual é válido, vincula a  Prefeitura de Salvador / Saltur e deve ser respeitado. A Ambev tem uma longa relação com o Carnaval de Salvador e com o povo baiano e, não apenas sempre cumpriu suas obrigações  contratuais, como também fez grandes investimentos para o conforto do folião soteropolitano, como a instalação de banheiros públicos com ar condicionado ao longo dos circuitos, internet gratuita, entre outros benefícios, tendo inclusive já iniciado os preparativos e comprometido investimentos para o Carnaval de 2014. A Ambev também acredita que a contratação de terceiros em violação ao contrato atual desrespeita as leis vigentes e será prejudicial para a cidade de Salvador. Por fim, a Ambev destaca que tem total interesse em trabalhar em parceria com a prefeitura para que o Carnaval de Salvador seja cada vez melhor, tanto para o folião como para a cidade, desde que respeitadas as leis vigentes."





Tags: Carnaval, Contrato, Anulação, Rescisão
{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação