Santa Casa

Santa Casa atua em diversas áreas na Bahia; confira as atividades

Entidade é uma associação beneficente de assistência social

Especial de Conteúdo
- Atualizada em

Oferecimento

A Santa Casa da Bahia tem a mesma idade de Salvador. A instituição foi fundada no mesmo ano da capital baiana, em 1549, com os mesmos princípios filosóficos da Santa Casa de Lisboa, chamados Obras de Misericórdia. Entre os baianos, varia o nível de conhecimento sobre a entidade, que é uma associação beneficente de assistência social, que se propõe ao exercício da caridade e prestação de serviços nas áreas de saúde, ensino e pesquisa, cultura, assistência social e educação infantil.

Saúde

Foto: Divulgação

Na área de Saúde, a Santa Casa da Bahia se destaca com o Hospital Santa Izabel (HSI), cuja história começa em 1549, com o nome de Hospital da Caridade. Instalado desde 1893 no bairro de Nazaré, o Hospital Santa Izabel é uma unidade geral de alta complexidade, que presta atendimento em 39 especialidades médicas, tendo a cardiologia, oncologia, ortopedia, neurologia, otorrinolaringologia e pediatria como áreas de referência. O atendimento é prestado a pacientes de planos de saúde, particulares e do Sistema Único de Saúde.

O atendimento é realizado de forma integrada, especializada e multidisciplinar, com o apoio de moderno aparato tecnológico e de diagnóstico. O HSI é pioneiro em diversos aspectos. Foi o primeiro a diagnosticar cardiopatia congênita na Bahia e também a realizar pesquisas com células-tronco para a cura da doença de chagas no país.

Também inaugurou a primeira Unidade de Transição de Pacientes do estado e constantemente implanta medidas e projetos com o objetivo de melhorar a qualidade da assistência prestada e a gestão administrativa.

Além disso, o Santa Izabel é referência regional no atendimento de infarto agudo de miocárdio, tem o terceiro maior volume de cirurgias oncológicas do Estado e é responsável pela maior produção de cirurgias cardiovasculares da Bahia.

O Hospital Santa Izabel ainda tem consolidada trajetória de contribuição com a formação de médicos em 15 especialidades e de outros profissionais de assistência.

Com 50,7 mil m² de área, o HSI possui 13 salas de cirurgia, 549 leitos. Destes, 85 são Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Cerca de 2.000 pacientes são atendidos no Hospital Santa Izabel todos os dias.

Ações sociais

Foto: Divulgação
Responsável pela implantação da primeira roda dos expostos do Brasil e uma das primeiras instituições de Salvador a alfabetizar as crianças da cidade, a Santa Casa da Bahia segue mantendo e implantando projetos de assistência social com o propósito de impactar positivamente milhares de vidas.

Com seis Centros de educação Infantil, localizados no Bairro da Paz, a Santa Casa atende cerca de 700 crianças com idade de 2 a 5 anos. Os pequenos têm acesso à educação em período integral, quatro refeições diárias, acompanhamento nutricional, psicológico e pedagógico.

Também no Bairro da Paz, a entidade mantém o Programa Avançar, espaço que oferta aos moradores da comunidade, crianças, jovens e adultos, cursos profissionalizantes, iniciativas de promoção humana, incentivo à cidadania e protagonismo juvenil.

Na Casa de Saúde Solange Fraga, instalada no bairro da Saúde, a Santa Casa acolhe crianças e adolescentes, oriundos do interior da Bahia, que estejam em tratamento de câncer e cardiopatias no Hospital Santa Izabel através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Acompanhado de um familiar, o paciente fica hospedado na Casa durante todo o período de tratamento, com seis refeições diárias, acesso a medicamentos e acompanhamento escolar.

Cultura

Foto: Divulgação
Outra vertente trabalhada pela Santa Casa da Bahia é a cultura. A entidade é proprietária do Museu da Misericórdia, localizado no Pelourinho.

O museu é considerado um dos mais importantes espaços culturais da Bahia e possui em seu acervo obras que contam um pouco da história do estado e do país. O local recebe visitas guiadas de terça a sexta-feira, das 08h30 às 17h30, aos sábados das 09h às 17h00, e aos domingos e feriados das 12h às 17h. A entrada custa R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia).

Além do museu, a Santa Casa mantém também o Centro de Memória Jorge Calmon, um arquivo documental histórico que guarda acervo da própria instituição, bastante procurado por pesquisadores.

Cerimonial e outros serviços

Foto: Divulgação
O Cerimonial Rainha Leonor (Pupileira) é um dos mais requisitados espaços para a realização de festas em Salvador. Casamentos, outros eventos sociais e corporativos são realizados no local. O que nem todos sabem é que o espaço é mantido pela Santa Casa da Bahia.

Localizado no bairro da Nazaré, o espaço é composto por quatro salões climatizados, capela, pátio coberto com capacidade para até 1.300 pessoas, estacionamento para mais de 250 carros, estacionamento VIP para 13 carros, administrador em tempo integral, segurança e eletricista de plantão.

A Santa Casa também é provedora do Campo Santo, cemitério mais antigo em atividade em Salvador, localizado no bairro da Federação. A instituição ainda se dedica à administração, manutenção e gestão de contratos de aluguéis de imóveis de sua propriedade.

Todo o rendimento oriundo do Cerimonial Rainha Leonor, do Cemitério Campo Santo e da gestão imobiliária é aplicado para a manutenção das atividades de assistência social da Santa Casa da Bahia.