Séries

Série Downton Abbey e filmes de Hitchcock vão sair da grade da Netflix

Confira outras eliminações que serão feitas em janeiro no streaming

Vanessa Blunt, do Correio 24h
- Atualizada em

Mais uma virada de mês e mais ganhos de novos títulos na maior plataforma de filmes e séries do mundo. Mas, e as perdas? Mensalmente, a Netflix não somente faz acréscimos no catálogo, como também subtrai deles uma revoada de tramas, em listas que, muitas vezes, são surpreendentes, já que são nomes que costumam garantir (ao menos, para quem imagina de fora) uma boa gama de audiência no streaming. Mais de 130 títulos, por exemplo, entre filmes e séries, deixaram a plataforma no mês de dezembro.

Foto: Divulgação
Para aqueles que estão com pendências nos blocos de notas em relação a séries atrasadas ou procrastinadas, algumas dicas já podem ser agilizadas para curtir muito os dias finais do ano, porque em janeiro, mais uma leva de exclusões vem aí. No dia 4 de 2018, somem do serviço as seis temporadas da venerada série britânica Downton Abbey, que apresenta uma família aristocrata decadente no início do século XX.

A família Crawley luta para manter o legado de Downton Abbey após a morte de um parente que estava à bordo do Titanic. Robert Crawley (Hugh Bonneville) descobre que o novo herdeiro da propriedade é um sobrinho distante, Matthew Crawley (Dan Stevens), um advogado com pensamentos modernistas. Enquanto Robert e sua esposa Cora (Elizabeth McGovern) se preocupam com o futuro das suas filhas, Mary (Michelle Dockery), Edith (Laura Carmichael) e Sybil (Jessica Brown Findlay), os empregados da mansão trabalham para manter a rotina da família, com todas as regras da época. A série inclui, nas entrelinhas, diversos preconceitos, problemáticas e mesquinharias sociais que ainda perduram, em maiores ou menores instâncias, na atualidade.

Adeus aos clássicos
E, lá se vão clássicos. Logo no primeiro dia de 2018, também já não estarão mais disponíveis dois clássicos do cineasta Hitchcock. Janela Indiscreta (1954, 12 anos), que foi indicado a quatro Oscars e Um Corpo que Cai (1958, 14 anos).

Outras eliminações
Ainda no primeiro dia do novo ano, sai de cartaz o premiado Cisne Negro (2010, 14 anos), que rendeu uma estatueta do Oscar de Melhor Atriz para Natalie Portman, além de diversos outros prêmios. O antigod Batman - O Retorno (1992, 12 anos), Tubarão (1975, 14 anos), A Mosca (1986, 14 anos).

No dia 4 de janeiro, também é a vez de Funny Girl (1968, livre), o filme que revelou Barbra Streisand, dar adeus ao catálogo. Já no dia 5 de janeiro sai o nacional Olga (2004, 14 anos). No dia 11, outro brasileiro deixa a Netflix: Meu Nome Não é Johnny (2008, 14 anos). O impactante longa O Expresso da Meia-Noite (1978, 18 anos) também dá adeus ao seu cantinho nos controles remotos.

Ao menos, o feriadão de Ano Novo pode render umas boas maratonas ou replays. Sofá ou chão, pipoca ou panela de brigadeiro... não importa como, o que importa é que correr para maratonar também é academia e vida social.