Empregos

Publicada em 07/08/2013 às 12h17. Atualizada em 07/08/2013 às 13h42

Sisutec: veja onde estão e quais são as melhores vagas do programa


Começaram ontem as inscrições para os cursos do Sisutec, lançados pelo Ministério da Educação


Priscila Chammas
(priscila.chammas@redebahia.com.br)
publicidade

Salários de até R$ 6 mil, sem fazer curso superior. É isso o que o ingresso em um curso técnico pode significar. Quem se interessou pode  participar do Sistema de Seleção Unificada para Cursos Técnicos (Sisutec).  As inscrições começaram ontem.  

 

O programa oferece quase 240 mil vagas gratuitas para cursos técnicos, sendo 7,8 mil delas na Bahia. A maior parte, 2.780, é oferecida em Salvador. Em Camaçari são 600, 160 em Feira de Santana, 1.080 em Juazeiro, 1.040 em Lauro de Freitas e 1.380 em Vitória da Conquista.

A lista de vagas está disponível na página ao lado e, para se inscrever, basta acessar o www.sisutec.mec.gov.br. O salário de R$ 6 mil, citado anteriormente, é o máximo que chega a ganhar um técnico em edificações, segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA), Carlos Alberto Vieira Lima.

“Antigamente, a gente tinha um movimento de ir promovendo o ajudante de pedreiro até ele virar mestre de obras. Mas isso demora uns dez anos, e com a evolução de algumas técnicas se tornou necessária uma formação que permita interpretar plantas e seguir determinadas instruções”, conta o presidente. 

Segundo ele, um técnico em edificações iniciante entra no mercado com salário de R$ 1,5 mil, em média.

Outra carreira técnica da construção que encontra o mercado de portas abertas é o de Segurança do Trabalho. “Agora, com a fiscalização mais intensa, o mercado está demandando muito esse tipo de profissional”, completa ele. O salário de um técnico em segurança do trabalho vai de R$ 1,5 mil a R$ 5 mil. 

As carreiras ligadas à indústria também são muito promissoras, segundo especialistas. “O mercado absorve bastante quando os alunos já estão finalizando o curso”, conta a coordenadora do curso de Mecatrônica do Senai/Cimatec, Lílian Moraes de Olivera. 

Segundo  a assessora do ensino técnico do Instituto Federal da Bahia (Ifba) Mônica Sarmento, o curso de Automação Industrial é o mais concorrido entre os estudantes que acabaram de sair do ensino médio. “Entre nossos ex-alunos, não temos nenhum retorno de ausência de mercado”, diz. Para se formar, são necessários dois anos. “Mas, se a pessoa acabou de sair da 8ª série, ela faz também disciplinas do ensino médio, e são necessários quatro anos”, completa. 

Oportunidades

Foi em busca dessas oportunidades que Jorge Guedes, de 19 anos, resolveu se matricular no curso. “Muitos conhecidos meus fizeram e conseguiram emprego através do próprio Ifba, porque as empresas fazem visitas às escolas, em busca de gente para trabalhar”, conta Jorge, que está no terceiro ano  do curso. 

Quando se formar, ele já calculou que começará ganhando R$ 1,3 mil, mas pode chegar a até R$ 5 mil. “Meu cunhado ganha isso, mas ele já tem uma atuação no mercado”, justifica. 

Entre os planos do estudante para quando concluir o curso está entrar numa universidade para dar continuidade à sua formação. “Quero fazer Engenharia, mas só depois que já estiver trabalhando, para continuar crescendo na empresa onde eu estiver”.

O mercado foi bem pesquisado por Grasiella Guimaraes de Oliveira, 28 anos, antes dela escolher cursar Técnica em Logística no Senai/Cimatec. “Eu não tinha nenhuma faculdade e comecei a trabalhar para ganhar dinheiro, mas vi que um salário mínimo - que é o que o mercado paga para quem só tem nível médio - não era o suficiente”. 

Grasiella não quis entrar na faculdade porque o caminho seria mais demorado. Então, procurou o RH do Senai e descobriu que Logística tem uma boa empregabilidade. Não teve dúvida e se matriculou no curso. Se forma no ano que vem e, pelas pesquisas que fez, deve começar ganhando, no mínimo, R$ 1,2 mil de salário. 

Turismo

Mil e duzentos reais também é o que ganha, em média, um guia de turismo regional. “Existe o guia regional, o nacional, o internacional e o especializado”, explica a coordenadora do curso de Guia de Turismo  do Ifba, Liz Rodrigues Cerqueira. “Quem é formado nessa área tem várias possibilidades. Pode ser autônomo e prestar serviços a agências, museus, cruzeiros, áreas de proteção ambiental...”, enumera Liz. 

Segundo ela, a maioria dos guias trabalha de forma autônoma e cobra cerca de R$ 250  por meia diária. Como Sanne Luise, que já é técnica regional formada pelo Senac, e agora se prepara para começar o curso nacional. “Muitas pessoas me contratam através do Facebook, ou indicação. Para cobrar, uso a tabela do sindicato”, conta a guia. 

Mas, segundo o presidente do Sindicato de Hospitais da Bahia (Sindhosba),  Raimundo Correia, o setor da Saúde é o que mais emprega no Brasil. “Surpreendentemente, o número de contratações jamais apresenta declínio. Todo ano, o setor contrata mais do que no ano anterior”, diz.  

Entre os cursos oferecidos pelo Sisutec, ele destaca o de Técnico em Radiologia. “Tem menos trabalho, mais dinheiro, ganha adicional de periculosidade...”, descreve. 

De acordo com Raimundo, um profissional dessa área ganha entre R$ 3 mil e R$ 4 mil por uma jornada de trabalho de meio turno. Outro profissional que, segundo ele, os hospitais estão sempre precisando é o técnico em enfermagem que, em hospitais de grande porte, chegam a ganhar R$ 2,5 mil por mês.

Faculdade oferece cursos técnicos gratuitos em Lauro de Freitas

A Unime Lauro de Freitas está com vagas abertas para dois cursos gratuitos de qualificação técnica: Informática e Edificações. Os cursos terão duração de 18 meses, cinco disciplinas por semestre e carga horária de 80 horas. 

O material didático será concedido gratuitamente aos estudantes matriculados. O financiamento dos estudos será feito pelo Bolsa Formação, uma das iniciativas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec), do governo federal para jovens de 18 a 24 anos. 

Para fazer a inscrição, os interessados devem possuir o ensino médio  preencher o formulário de inscrição em: www.guiapronatec.com.br até 12 de agosto. A seleção será feita pelo Ministério da Educação (MEC) por meio do Enem, que será utilizado como critério de classificação. As aulas começarão em setembro. Informações: 0800 283 1010.

Matéria original do Correio 24h:
Sisutec: veja onde estão e quais são as melhores vagas do programa





Tags: Emprego, vagas, sisutec
{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação