Tecnologia

Publicada em 16/03/2013 às 14h54. Atualizada em 16/03/2013 às 14h54

Site "Recomende um Ex" organiza catálogo de ex-namorados


Lançado no Tumblr, o perfil permite que ex-namorados sejam indicados para novos relacionamentos


Alexandro Mota
(alexandro.silva@redebahia.com.br)
publicidade

As opções do que fazer com aquele ex,  que é cafajeste, mentiroso e ciumento são muitas. Mas, o que fazer com aquela pessoa que é muita areia para qualquer caminhãozinho, mas só você não quer mais carregar? Que continua sendo um príncipe encantado, mas não dos seus sonhos? Ou ainda é uma princesa, mas já não acorda com seus beijos?


O perfil Recomende um Ex, lançado no início da semana na rede social Tumblr, coloca em prática o famoso Q.I. – Quem Indica. “Agora, vocês têm a chance de transformar a culpa ou o remorso daquele pé-na-bunda em felicidade”, diz o enunciado da página. Como? Basta indicar as qualidades do (a) ex e apontar o link do seu perfil no Facebook.

Em poucos dias, a página já recebeu recomendações de todo o país. Para baianos que estão à procura de pessoas com bom currículo de relacionamento, tem gente da terra já listada.

Estudante de Jornalismo, Alexandre Galvão, 19 anos, é apresentado na página como ‘Moqueca de William Bonner’. “Duas meninas desconhecidas me adicionaram, aí o meu ex me mandou uma mensagem dizendo que tinha feito isso. Até minha mãe viu, alguma amiga dela deve ter mostrado. Estão todos os meus amigos na maior brincadeira com isso. É uma exposição, mas não fiquei chateado, ele me avisou que iria fazer isso”, conta.

Com o piloto de kart Leonardo Carregosa, 23, não houve aviso. Houve susto. Ele recebeu umas cutucadas (forma de chamar no Facebook, geralmente utilizada para paquerar), algumas pessoas desconhecidas o adicionaram, mas ele só veio entender mesmo o que estava acontecendo quando, procurado pelo CORREIO, viu o seu perfil no Recomende um Ex.

Em um relacionamento sério há três anos, o conquistense foi pego de surpresa e ficou sem saber como explicar para a atual namorada. Só respirou aliviado quando viu que não teria problema.

“Ela acabou levando na esportiva, é tão bem resolvida quanto a gente”, disse Carregosa. Mas o que ele ainda não conseguiu explicar foi de quem partiu a indicação. A pista dada pela descrição do post é de que se trata de uma “ex-paixão de infância”.


Os administradores do blog não incluem na lista quem não estiver solteiro, mas, no caso de Leonardo, a informação no Facebook estava restrita. Estava, porque ele já tornou a informação pública, inibindo cutucadas que possam balançar o namoro - que começou pela internet.

A identidade de quem indica o ex é sempre preservada. “Se foi um término numa boa, a pessoa é legal, a amizade continua. E é coisa de amigo também zoar, querer a outra pessoa bem”, avalia o auxiliar administrativo Diego Xavier, 26, outro baiano indicado.

Esse foi o caso da diretora de arte Karem Sampaio, 27. Ao conhecer a página, ela lembrou imediatamente do ex-namorado e agora grande amigo Rafael Sena, jornalista de 28 anos.

“Sabia que ele levaria na esportiva e sei que acabou sendo algo bom. E olhe que ele é o único que eu recomendaria de ex, o resto eu mandaria para o Afeganistão”, brinca Karem. Ela não conseguiu se manter no anonimato. Foi logo descoberta por Rafael, que suspeitou dela de primeira. 

Ideia
A página Recomende um Ex surgiu de um bate-papo entre amigos, todos publicitários da agência Naked Brasil, que tem sede em São Paulo. Entre os idealizadores do perfil no Tumblr está Caio Andrade, 25 anos, baiano de Itabuna que mora há cinco anos em São Paulo.

“Uma colega namorou muito tempo com um cara. Estávamos conversando e ela contava de como esse ex dela era uma pessoa legal. Aí todo mundo começou a lembrar que também tinha uma pessoa legal, que recomendaria. Foi quando surgiu a ideia”, conta Caio.

A diretora da agência curtiu a iniciativa e Caio, Carla Cortegoso, 26, e Lucas Ohara, 21, foram autorizados a adminitrar a página, mesmo durante o expediente. “Conceitualmente, não é nada para ganhar dinheiro, a gente só quer mesmo reunir pessoas legais”, pondera. 

Sucesso 
Desde terça-feira, quando a página entrou no ar, a equipe recebeu centenas de e-mails. É através do endereço recomendeumex@gmail.com que as indicações podem se feitas.

“A gente faz uma verificação para ver se não é autopromoção ou sacanagem de amigos. Com as informações passadas pelo ex, a gente escreve de uma forma engraçada as características, para ficar claro mesmo que é brincadeira. Se alguém não gostar, é só pedir para excluir, mas só umas duas pessoas pediram isso”, diz Caio.

Algumas descrições chegam até a dar dicas de como garantir um ex (dos outros) para chamar de seu. “Sem Glu-glu e Ié ié. Gracinhas bobas não arrumam nada com ela”, diz uma das descrições.

Até ontem, quase 200 ex-namorados ou namoradas cheios de moral haviam sido recomendados. Caio Andrade antecipa: está avaliando as ex-namoradas baianas para, talvez, colocá-las no ar.

Com o sucesso, os internautas já começam a sugerir mudanças. Caio diz que há pedidos para criar filtros por estado, sexo e orientação sexual. Todo detalhe é importante para futuros ‘usuários’.

Página oferece namoradas falsas para homens provocarem ciúmeEnquanto tem muita gente recomendando o ex-namorado ou a ex-namorada, há outros que querem reconquistar a mulher amada com a tática do ciúme. Há dois meses, o CORREIO publicou uma reportagem sobre o site Namoro Fake (ou falso, na tradução para o português), um serviço exclusivo para o público masculino. Acabou um namoro recentemente e quer deixar a ex intrigada? Está de olho numa gata, mas ela está se fazendo de difícil? Seu lugar é no namorofake.com.br.

O site aluga namoradas e ficantes de mentirinha para deixar recados e comentar fotos no seu Facebook. Ou seja, é só uma adaptação contemporânea da velha tática de provocar ciúmes para despertar o interesse do verdadeiro alvo. Melhor para quem teve a ideia, que agora lucra com isso. “A gente enxerga o problema que a pessoa nem sabe que tem”, define o criador do site, o empresário sul-matogrossense Flávio Estevan, de 32 anos. Funciona assim: o homem entra no site e seleciona um dos quatro pacotes disponíveis, cada um com seu preço. Tem ficante, ex-namorada, namorada e namorada virtual. O cliente então recebe uma quantidade específica de postagens no seu perfil da rede social, por um período de tempo pré-estabelecido.

O pacote mais barato é o de ficante: você paga R$ 10 e tem direito a três comentários dela, em três dias consecutivos. O mais caro é o de namorada virtual. Por R$ 99, ela posta recadinhos amorosos por 30 dias seguidos (sua ex vai querer morrer!). Achou caro? Não tem problema. O site divide o valor em até 12 vezes no cartão de crédito.

Os recadinhos são o próprio cliente que elabora e manda para a garota. Assim, não tem o perigo dela acabar dando um fora. Uma vez escolhido o pacote, você seleciona a garota, através de seus perfis no Facebook. Para os mais assanhadinhos, um aviso deixa logo claro: “Não somos uma agência de acompanhantes.

Não estamos oferecendo-lhe serviços de namoradas verdadeiras. Por favor, não confunda nosso serviço para qualquer fim de natureza sexual”. E aí, interessado?

Tumblr faz sucesso entre internautas brasileiro
Textos curtos e engraçados, fotos e gifs animados (pequenos vídeos formados com a montagem de sequências de imagens) em uma página personalizável. Essa é a receita para criar um perfil no Tumblr. No Brasil, a proposta pegou e, em 2012, o país alcançou a segunda posição em número de usuários da plataforma, que é uma rede social de blogs. O Brasil tem aproximadamente 12% de todos os endereços virtuais cadastrados na rede social em todo o mundo. Entre as páginas mais acessadas, está a Como Eu me Sinto Quando, a terceira mais visitada no mundo, de acordo com levantamento de 2012. Na página, dramas urbanos diários são lembrados com muito bom humor através dos gifs. A página foi idealizada pelo publicitário catarinense Marcelo Cidral, de 24 anos. As páginas Deposito de Tirinhas, Olhe os Muros (que reúne intervenções artísticas nas ruas), e o Xuxa is All Around! (onde internautas imitam a pose de um álbum de Xuxa de 1986) são outros sucessos da rede no Brasil.

Não abro mão do olho no olho
* Por Rafael Sena, editor de Esportes do iBahia

Achei estranho quando quatro meninas desconhecidas me adicionaram no Facebook. Só fui entender depois que uma amiga me mandou o link com o meu perfil no Recomende um Ex. Tomei um susto, mas depois entendi o lance e agora estou aproveitando. Até agradeci! Agora é capitalizar. Afinal, todas as minhas cantadas não têm metade da força da recomendação de uma ex.

A proposta do Tumblr é bacana. Promove quem está lá, mexe com a autoestima. Já até convidei uma das meninas para passar o Carnaval em Salvador. Mas, não acredito no interesse de quem quer mesmo arrumar namoro. Meio desespero ficar lá caçando perfis até encontrar um com o qual você se identifica, não? Às vezes pode rolar, mas acho que é coisa isolada.  

No meu caso, internet contribui mesmo é para o desenvolvimento da paquera. A primeira abordagem tem que ser pessoalmente, não abro mão. O resto é via inbox. É só reparar que pedir o telefone caiu no esquecimento. Ninguém gosta de ligar. “Você tem perfil no Face?” é pergunta certa. É lá que o papo rola melhor. Ao mesmo tempo, você já avalia fotos, postagens e outros detalhes. Aprovou, pode dar namoro. Um smiley pode ser o sinal verde para a próxima etapa. O fora não vira cerimônia. Tomou um? Relaxa. A próxima janela está a um clique.





Tags: Paquera, Recomendação, Ex, Namorada, Namorado, Site
Agenda Cultural