Bahia

Publicada em 21/11/2013 às 17h29. Atualizada em 21/11/2013 às 17h36

Suspeito da morte de Lady Butterfly diz ter agido em legítima defesa


Mecânico afirmou ser casado com uma mulher e que a travesti queria retomar o relacionamento com ele


Redação Correio 24h
publicidade

Suspeito de ter matado a dançarina Lady Butterfly, o mecânico Luan Santos Gonçalves, 22 anos, foi encaminhado para o Presídio de Eunápolis, no sul da Bahia, na tarde nesta quinta-feira (21). Pela manhã, o mecânico foi apresentado na 23ª Coordenadoria Regional do Interior (Coorpin) e confessou o crime, segundo a polícia.

Luan estava escondido na cidade de Vitória da Conquista, onde policiais do Grupo de Apoio Tático (GAT) cumpriram, na quarta-feira (20), o mandado de prisão preventiva, expedido pelo juiz da Vara Crime de Porto Seguro. Ao ser preso, ele estava em uma casa lotérica, local de trabalho de um primo.


Segundo o delegado titular da 1ª Delegacia Territorial de Porto Seguro, Delmar Bittencourt, que investiga o caso, o suspeito alegou ter agido em legítima defesa. "Durante o depoimento, Luan chorava muito e disse que se arrependeu de ter matado a dançarina Butterfly. Ele alegou ter esfaqueado a vítima no momento de uma briga entre os dois ", disse. O mecânico passou por exames de corpo de delito antes de ser encaminhado à penitenciária.
 
Bittencourt explicou, ainda, que Luan afirmou ser casado com uma mulher e que a travesti queria retomar o relacionamento com ele. Os dois acabaram brigando a ponto de Lady Butterfly pegar uma faça e tentar atingir Luan, que tomou o objeto das mãos da dançarina e a esfaqueou no tórax.

Luan foi preso em Conquista planejando fuga para outro estado




O suspeito informou que pegou o notebook da vítima por conta de um vídeo íntimo dos dois que estava no aparelho, o carro para a fuga e que o celular da vítima já estava dentro  do veículo.

Daniel José de Oliveira Júnior, conhecido como “Lady Butterfly”, foi assassinado no último domingo (17), em seu apartamento, em Porto Seguro. A travesti, que era dançarina do Espaço Axé Moi, foi atingida por quatro facadas no tórax e no pescoço.

Leia também:
Suspeito de matar dançarina em Porto Seguro é preso em Conquista
Câmera flagra dançarina pedindo socorro antes de morrer

Butterfly chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu antes de chegar ao hospital.

Matéria original: Correio 24h
Suspeito da morte de Lady Butterfly diz ter agido em legítima defesa





Tags: Lady Butterfly, Suspeito, Morte, Legítima defesa
{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação
Agenda Cultural