Moda e Beleza

Tecnologia permite imprimir maquiagem e receber dicas de espelho

Feira de eletrônicos no Japão apresentou novidades 'high tech' para o mundo da beleza

Agência O Globo

Já pensou participar de uma reunião remota de trabalho com o rosto lavado, mas aparecer maquiada para os participantes do outro lado da tela? Ou criar virtualmente uma maquiagem profissional que pode ser impressa e aplicada no rosto já pronta, como uma tatuagem temporária? Acredite ou não, essas ferramentas de beleza já existem! A última edição da CEATEC, maior feira anual de tecnologia da informação e eletrônicos, que aconteceu na primeira semana de outubro no Japão, apresentou novidades "high tech" de beleza que prometem facilitar a vida de quem não tem tempo ou habilidade para os pincéis.

Dentre as novidades, um espelho no qual é possível maquiar digitalmente a imagem refletida, testando cores e técnicas diferentes até chegar ao make ideal. Depois, basta imprimir a arte criada e aplicar a finíssima folha de papel sobre o rosto com um pouco de água. O "espelho do futuro" (Future Mirror) da Panasonic deve estar disponível em balcões de cosméticos e salões de beleza já em 2018. Além de permitir prever o resultado, a técnica garante que não haja desperdício de produtos. O equipamento ainda arquiva os resultados para que o usuário possa acompanhar a evolução da sua pele.

A marca de cosméticos Shiseido já oferece ferramenta similar em sua loja no Japão desde agosto. Um "espelho conselheiro" escaneia o rosto do cliente, faz a análise da pele e, então, indica os melhores produtos para o usuário. Por meio de um QR code, a pessoa pode acessar seus dados pelo smartphone na hora de reabastecer o estoque de cosméticos. Como estratégia para integrar experiências online e offline, a Shiseido pretende atualizar seus balcões de venda de todo o mundo com a ferramenta, de acordo com informações do portal especializado Business of Fashion (BoF).


Make virtual

A Panasonic também apresentou sua "Make up tool" na CEATEC. O aplicativo permite criar maquiagens profissionais virtuais para que sejam aplicadas sobre imagens estáticas ou em movimento, substituindo a cobertura real em fotografias e vídeos. A ferramenta foi desenvolvida para facilitar testes na indústria de beleza profissional, em estúdios fotográficos e casamentos, além de servir ao treinamento de técnicas de maquiagem em escolas de estética. “Consultores de beleza costumam usar designs criados em papel ou fotografias como referência, mas às vezes é difícil compartilhar um conceito dessa forma. Quando aplicada em modelos ou atores, a maquiagem fica diferente”, explicou o porta-voz da Panasonic Yuko Matsuhashi ao BoF.

Em parceria com a Microsoft Japão, a Shiseido mostrou técnica semelhante. O aplicativo “Telebeauty”, direcionado aos adeptos do "home office", cria maquiagem digital para ser utilizada em reuniões virtuais. O programa detecta as características do rosto do usuário e oferece quatro opções de estilo: natural, feminino, tendência ou cool. O filtro escolhido é aplicado sobre a imagem captada pela webcam, dando a impressão de que o usuário está realmente maquiado. E a "máscara" se mantém no lugar mesmo com a imagem ao vivo e em movimento.

A Shiseido informou ao BoF que os consumidores têm cobrado soluções tecnológicas para lidar com a pressão de estar com boa aparência durante jornadas de trabalho longas e remotas. O aplicativo foi criado para resolver problemas relativos a má qualidade das câmeras de computadores e à iluminação ruim, que provocam a sensação de pele manchada, olheiras e poros dilatados.