Festival da Virada

Terceira idade marca presença no Festival Virada Salvador

Idosos se divertiram ao som de Wesley Safadão, e Matheus e Kauan

Redação Correio 24h

Os dias de festa no Festival Virada Salvador estão sendo marcados também pela presença de muitos idosos animados com a festa. Dona Noélia Santos, 59 anos, é uma dessas pessoas que querem aproveitar cada momento. Ninguém que a viu dançando até o chão na madrugada deste domingo (31) imagina que há cinco anos ela enfrentou um câncer de mama e que, em outubro deste ano, perdeu um pulmão em decorrência de um derrame de pleura.

"A vida para mim é viver cada minuto como se fosse o último. Eu sempre fui assim, vou para Carnaval, saio todos os dias em bloco. Já é o meu terceiro dia aqui, adorei as apresentações de Gil, Skank, Olodum, e pretendo voltar para ficar até o amanhecer da virada”, contou a técnica de enfermagem, que chamou a atenção de outras pessoas que também estava curtindo o Festival.

"Ela tem uma energia diferente, não para. Eu que tenho um terço da idade dela estou cansada, mas ela não se cansa”, explicou a sobrinha, Amanda França, 17.

Ela disse que já ajudou muita gente em seu trabalho e sempre leva bom humor para os colegas e pacientes. "Se eu puder dar um conselho, peço que aproveite a vida. A doença só confirmou que eu não posso parar de ser quem sou”, concluiu Dona Noélia.


Independência

Quem também esbanjou alegria na festa foi Maria Joana Santana, 77 anos, que aguardava de braços levantados o sertanejo Wesley Safadão. "Ele é bonito, né, minha filha? Ah, lá em casa...", contou, enquanto admirava o cantor.

Mas Dona Maria foi ao Festival ver mesmo a dupla Matheus e Kauan. "Gosto muito! No ano passado, eles me chamaram para dançar no palco da Arena Fonte Nova. Foi muito bom”, relatou a idosa, que apesar de ser mãe de cinco filhos e avó de oito netos, foi sozinha à festa.

Após quatro horas em pé, Dona Maria continuou até o fim do evento e vai marcar presença neste domingo. "É claro que eu venho novamente para a noite da virada. É Ivete e eu não posso perder”, contou, toda animada.