Salvador

TJ distribuirá senhas para quem quiser acompanhar júri da médica Kátia Vargas

Ela acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuelle

Redação Correio 24h
- Atualizada em

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) divulgou nesta quinta-feira (23) que distribuirá senhas para acesso ao público interessado em assistir ao júri da médica Kátia Vargas, que acontecerá no dia 5 de dezembro.  Kátia Vargas é acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, então com 21 e 23 anos, no dia 11 de outubro de 2013, em frente ao Bahia Othon Palace, na Avenida Oceânica, em Salvador.

As senhas, segundo o TJ, serão serão distribuídas na sexta-feira (1º de dezembro) das 8 às 11 horas, no Fórum das Famílias, em Nazaré (ao lado do Fórum Ruy Barbosa).  A senha é pessoal e intransferível, e só dará direito de acesso devidamente acompanhada de documento de identidade civil (com foto). O cancelamento do cadastro só poderá ser feito de modo presencial, com documento de identificação com foto.

"Nos dias de julgamento, haverá uma área de contenção em torno do salão do Júri. O acesso somente será permitido a pessoas previamente cadastradas ou portadoras de senhas; não será permitida a permanência ou aglomeração de pessoas nesse local. A entrada no Plenário de Julgamento ocorrerá 15 minutos antes do início de cada sessão; não será permitida a entrada ao salão após o início da sessão", explicou TJ.  

Durante o julgamento, segundo o TJ, os aparelhos celulares deverão estar desligados ou no modo silencioso. "No plenário não será permitida a gravação de vídeo, áudio ou fotos", enfatizou o TJ. Além disso, o tribunal orienta que não será permitida a manifestação verbal ou sonora de qualquer dos presentes.

Foto: Reprodução

"Não será permitida a entrada no Plenário de pessoas que estejam trajando camisetas ou qualquer outra peça de vestuário, alusivas a qualquer das pessoas envolvidas no julgamento, inclusive fotos ou qualquer espécie de campanha, bem como faixas ou cartazes", destacou o TJ.

O julgamento de Kátia Vargas está marcado para começar às 8h, e será realizado no Fórum Ruy Barbosa. Ela será levada a júri popular e responderá por homicídio triplamente qualificado (por motivo fútil, perigo comum e por utilização de recursos que impossibilitaram a defesa das vítimas). Segundo a polícia, ela arremessou o carro contra a moto em que as vítimas estavam após uma discussão no trânsito.



Após o fato acontecer, Kátia Vargas ficou presa por 58 dias no Presídio Feminino de Salvador, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.

O julgamento de Kátia Vargas está marcado para começar às 8h, e será realizado no Fórum Ruy Barbosa. Ela será levada a júri popular e responderá por homicídio triplamente qualificado (por motivo fútil, perigo comum e por utilização de recursos que impossibilitaram a defesa das vítimas). Segundo a polícia, ela arremessou o carro contra a moto em que as vítimas estavam após uma discussão no trânsito.

Após o fato acontecer, Kátia Vargas ficou presa por 58 dias no Presídio Feminino de Salvador, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.