Moda e Beleza

Top Model assume vício e levanta polêmica sobre uso de drogas no mundo da moda

Jael Strauss, de 28 anos, é viciada em metanfetamina e não pensa em largar a droga

Emília Oliveira (emilia.oliveira2redebahia.com.br)
- Atualizada em
Jael Strauss: antes e depois do vício


Em 2005, tabloides britânicos divulgaram fotos da então super modelo Kate Moss supostamente usando cocaína. Na época, a repercussão negativa do caso fez com que a top pedisse desculpas e perdesse contratos importantes. Três anos depois surgia uma nova promessa no mundo da moda: Jael Strauss, ex-participante e uma das finalistas do reality show "America's Next Top Model". Mas a bela loira também caiu no mundo das drogas. E os mesmos tabloides que publicaram as fotos de Kate divulgaram imagens do 'novo' rosto de Jael.


A modelo de 28 anos é viciada em metanfetamina, uma droga potente, também conhecida como meth, cristal, Tina ou ice. Atualmente Jael está participando de um novo reality show, mas desta vez para se recuperar do vício. Ela é a ‘estrela’ do programa de autoajuda do psicólogo norte-americano Dr.Phil.


O episódio, que vai ao ar na próxima quinta-feira (13) mostra os altos e baixos de Jael, que já sofreu com a perda de uma amiga por overdose de drogas e mesmo assim não pensa em largar o vício. "Seu corpo é coberto de feridas e seus dentes estão apodrecendo", disseram seus familiares em conversa com o psicólogo.


Siga o Twitter do Moda & Estilo e fique por dentro das novidades do mundo fashion

Veja outras notícias das celebridades no Nem Te Conto

Drogas no mundo da moda

Kate Moss e Alice Dellal em fotos 'suspeitas'

O uso de drogas no mundo da moda é mais comum do que se pode imaginar. Vários casos vieram à tona depois de fotos pessoais 'vazarem'. Em 2008, a modelo brasileira Alice Dellal teve fotos suspeitas divulgadas.


Outro caso memorável é o de Gia Carangi. Considerada uma das mulheres mais lindas do mundo na década de 80, a modelo se tornou viciada em heroína e cocaína no auge da sua carreira. Com o tempo, fazer sessões de fotos sob efeito de drogas tornou-se usual para Gia, e os fotógrafos aproveitavam de sua inexpressão facial para conseguir imagens diferentes. Na teoria, ninguém suspeitava que ela ia tirar fotos e desfilar totalmente drogada.


Em entrevista ao G1 no ano de 2008, o famoso agente de modelos John Casablancas, falou abertamente sobre o uso de drogas no universo fashion e contou que algumas modelos cheiram cocaína para não comer e engordar e para ter uma energia extra. "No mundo da moda todo esse pessoal adora as drogas. Não significa que sejam todos drogados, mas a atitude é completamente aberta. Fumam seu baseadinho e não acham nada de mais fazer uma linha de cocaína de vez em quando", revelou.


Responsável por descobrir e lançar diversas tops como Claudia Schiffer, Naomi Campbell e Cindy Crawford, Casablancas afirmou ainda que são as próprias agências de modelo que acabam incentivando essa postura: "Eles querem que as garotas sejam extremamente magras".


Veja assista ao teaser do programa Dr.Phil com Jael Strauss


Veja Mais