Viver Cabula

Turismo de Base Comunitária no Cabula contribui para desenvolvimento da região

Criado em 2010, o TBC tem possibilitado à UNEB a produção de conhecimento sobre o Cabula

Especial de Conteúdo

Oferecimento
Você já ouviu falar do Turismo de Base Comunitária? Se você gosta de viajar, é bom ficar atento a esses locais que estão espalhados pelo Brasil. Essa espécie de centro de turismo reúne várias atividades dentro de uma comunidade, para que a mesma receba os mais diversos tipos de visitantes. E, pouca gente sabe, mas o Cabula possui um.

O Turismo de Base Comunitária (TBC) trouxe a oportunidade de redescobrir a região. De um modo geral, esse tipo de atividade contribui para a conservação e desenvolvimento da região trazendo não só benefícios econômicos, como também culturais e sociais. No Cabula, o projeto faz parte do processo de extensão, ensino e pesquisa do Cabula e bairros vizinhos realizado pela Universidade Estadual da Bahia (UNEB).


Projeto faz parte do processo de extensão, ensino e pesquisa pela Universidade Estadual da Bahia (UNEB)
Criado em 2010, o TBC tem possibilitado à Universidade e ao bairro, através de pesquisas realizadas por professores e alunos, além de pessoas da própria comunidade, a produção de conhecimento sobre o Cabula.

O TBC é com frequência voltado ao ecoturismo, turístico étnico e ou indígena, rural e cultural. No Cabula, por exemplo, foi criado o Museu digital e artes, que mostra a história do bairro quando ainda era um quilombo.

Através do Turismo de Base Comunitária, foi criado o Coletivo de Arte e Cultura do Cabula – Cultarte, com artesãos da região. O grupo participa de oficinas e capacitações e iniciativas coletivas de venda, por exemplo.