Salvador

Publicada em 23/10/2012 às 14h13. Atualizada em 23/10/2012 às 14h17

Turista encontrada em matagal apresenta melhoras e já respira sem ajuda dos aparelhos


Na última sexta-feira (19), a polícia voltou atrás e disse que ela não desapareceu no sábado (13), como havia informado. Ela foi vista no domingo por moradores locais


Da Redação
publicidade

A turista do Mato Grosso do Sul Joevellyn Aghata Martins, 18 anos, que desapareceu em Salvador depois de sair da casa de uma amiga, que conheceu pela internet, já apresenta melhora progressiva no estado de saúde. A informação foi divulgada pela assessoria do Hospital do Subúrbio, onde Joevellyn está internada.

Segundo o boletim médico, a jovem vem mantendo quadro clínico estável, está lúcida e já respira sem ajuda de aparelhos. Mesmo assim, ela ainda ficará "sob cuidados assistenciais em Unidade de Terapia Intensiva para monitoramento do seu estado de saúde". Familiares da jovem estão na cidade acompanhando o caso.

Na última sexta-feira (19), a polícia voltou atrás e disse que ela não desapareceu no sábado (13), como havia informado. Segundo a delegada Cristiane Inocêncio Xavier, titular da Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), ela foi vista no domingo por volta do meio dia. "Isso diminui o tempo de desaparecimento", declarou.

A jovem foi vista por moradores de São Cristóvão - estava bem, ainda que usando a mesma roupa do dia anterior, quando foi a dois bares e teria ido a uma festa.

A Deltur continua investigando o caso e até o momento nenhum suspeito pelo crime foi identificado. O casal que hospedou Joevellyn em São Cristóvão já prestou depoimento. A jovem veio de Campo Grande para ficar na casa de uma amiga que conhecia há três anos pela internet, identificada somente como Jezebel, e o marido dela.

Segundo o depoimento de Jezebel, ela e o marido foram buscar Joevellyn no aeroporto na sexta. Na noite de sábado (13), houve uma desavença entre eles, e a turista resolveu sair da casa da amiga para se divertir. O motivo da discussão teria sido bebida - o casal, que é evangélico, não gostou porque Joevellyn levou álcool para a residência.

O casal contou que a jovem demorou a voltar para casa. Preocupados, eles decidiram procurá-la na região. Em um bar, foram informados que Joevellyn esteve no local e bebeu cerveja com um grupo de pessoas. Em seguida, ela saiu para comprar cigarro.

Em outro bar, o casal descobriu que, após comprar os cigarros, a turista conversou com outras pessoas, foi convidada para ir a uma festa e saiu com o grupo. Depois disso, ela não foi mais vista.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a versão contada pelo casal foi confirmada por policiais civis que estiveram nos bares indicados.

Desaparecimento
Na segunda-feira (15), Jezebel entrou em contato com a família de Joevellyn para avisar sobre o desaparecimento e foi orientada a prestar queixa na Polícia Civil, o que fez na manhã de terça-feira (16).

Uma foto da turista foi enviada à 49ª Companhia Independente de Polícia Militar, em São Cristovão, - a imagem ajudou o policial Luiz Paes, um dos que localizou a turista na noite de terça-feira (16), a reconhecê-la.

A jovem estava tão debilitada quando foi encontrada que os policiais chegaram a pensar que ela estava morta. Joevellyn respirava com dificuldade, tinha vários hematomas e usava somente uma blusa e uma calcinha.

Matéria original do Correio
Turista encontrada em matagal apresenta melhoras e já respira sem ajuda dos aparelhos





Tags: Polícia, Turista, Matagal, Melhoras, Saúde
{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação
Agenda Cultural