E. C. Vitória

Vitória terá duelo direto contra a Ponte, domingo, fora de casa

Triunfo do Leão em Campinas sacramentará o rebaixamento do time paulista

Gabriel Rodrigues, Redação Correio 24horas (gabriel.rodrigues@redebahia.com.br)

A vida do Vitória no Campeonato Brasileiro vai ser decidida nos dois próximos finais de semana. Na reta final, o Leão terá contra Ponte Preta, fora de casa, e Flamengo, no Barradão, a chance de mostrar as garras e rugir alto pela permanência na primeira divisão em 2018. 

O empate por 1x1 com o Cruzeiro, domingo passado, impediu que o rubro-negro ficasse em situação um pouco mais confortável na tabela. Com 40 pontos, o Leão está na 16ª colocação, a um ponto da Ponte Preta (17ª) - que perdeu para o Fluminense ontem por 2x0 -, e do Sport (18º), que voltou a pontuar na Série A depois de vencer o Bahia. 

(Reprodução: Moysés Suzart/ EC Vitória)

O time paulista, inclusive, é o primeiro dos dois últimos adversários do Vitória na competição, e o clima será de decisão nesse domingo, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, às 16h. Um triunfo do rubro-negro garante matematicamente o rebaixamento da Macaca. Por isso, o técnico Vagner Mancini projeta um jogo complicado. 

“Um jogo em Campinas com muita pressão, torcida enchendo o estádio, fazendo o que a torcida do Vitória fez no Barradão. Sabemos que vamos encontrar um adversário para lutar com todas as forças. Sabemos o quanto é difícil nessa fase. Também entra em campo o lado emocional. Temos que fazer de tudo para que, nesse ponto, a gente leve vantagem sobre a Ponte”, explica o treinador.

Além de rebaixar a Ponte, o resultado positivo em Campinas ainda pode livrar definitivamente o Leão da degola com uma rodada de antecedência. Para isso, o Vitória vai ter que torcer para o Sport ser derrotado pelo Fluminense, no Maracanã. A combinação deixaria o clube baiano com 43 pontos, sem poder ser alcançado pelos adversários na última rodada do campeonato. 

“A gente tem que dar a vida contra a Ponte. Se a gente quer ficar na Série A, tem que se recuperar. Vai ser um jogo difícil”, projeta o atacante colombiano Santiago Tréllez. 

Clima bom

Para o técnico Vagner Mancini, um dos pontos importantes e que pode ajudar a equipe na reta final da competição é a união entre os atletas e funcionários do clube. 

“Nós temos aqui dentro um ambiente saudável. Eu acho que o grande trunfo do Vitória, diante daquilo que falei que essa dívida não é nossa, é que temos um bom ambiente. O Vitória tem, como muitas equipes, limitações. E você supera essas limitações com isso aí. Talvez a nossa melhora no campeonato se deva ao fato de que todo mundo olha no olho e fala a verdade”, afirma Mancini. 

Ontem, o elenco do Vitória ganhou folga. O time volta aos trabalhos hoje, na Toca do Leão, quando o comandante Vagner Mancini iniciará a preparação para a partida contra a Ponte Preta. 

Para o duelo, o treinador terá o retorno do lateral-direito Caíque Sá, que não enfrentou o Cruzeiro porque estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A tendência, com isso, é de que ele volte ao time titular no lugar de Patric, que foi seu substituto. 

“Nós temos que tentar achar os atletas que nesse momento estão melhor nesse sentido, para o Vitória conquistar os pontos necessários e escapar dessa situação”, explicou Vagner Mancini.