Futebol

Zé Rafael é acusado de agressão verbal e se defende

Atacante tricolor nega que tenha xingado mulheres que estavam no seu prédio

Fernanda Varela, do Correio 24 horas (fernanda.varela@redebahia.com.br)

O atacante Zé Rafael, do Bahia, quase não teve chance de comemorar o título do Campeonato Baiano, conquistado no domingo (8), contra o Vitória, em pleno Barradão. Na manhã desta segunda-feira (9), o atleta foi surpreendido com uma mensagem postada no Facebook, na qual é acusado de agredir três mulheres.

Pai de uma das meninas envolvidas na confusão escreveu mensagem sobre o tema e, depois, apagou (Foto: Facebook)

Três mulheres prestaram queixa contra o jogador, na 12ª Delegacia de Polícia, em Itapuã. “Um grupo de meninas acusa o jogador de agressão verbal. Elas alegam que foram chamadas de ‘puta’ pelo jogador”, explicou o delegado Antônio Carlos Magalhães Santos, que intimará os envolvidos.

“Recebi hoje de manhã uma mensagem que eu agredi três meninas do Vitória, ontem, no meu prédio. Isso não é verdade. Ontem, quando a gente chegou, foi recebido por alguns torcedores na recepção do prédio e eles cantavam o tradicional coro 'Mamão com Açúcar'. Na empolgação, claro, aproveitei o momento, continuei o coro, extravasei e acho que é momento de comemoração. Não desrespeitei ninguém, não falei nada para ninguém, não direcionei nada. Apenas cantei a música que todo mundo conhece. Então, é isso. Não agredi, não olhei para ninguém. Acho que tem gente querendo se aproveitar da situação", defende-se Zé Rafael através de um vídeo no Instagram. Na legenda, ele escreveu que "se necessário podem pegar as câmeras de segurança" e que sua "consciência está tranquila".

A música citada pelo jogador é uma das mais cantadas pela torcida do Bahia em meio às comemorações do título baiano. Um dos versos diz que "O vice é time de p...".

No início da tarde desta segunda-feira (9), Zé Rafael foi eleito para a seleção dos melhores do Campeonato Baiano.

Confira o vídeo do atleta na íntegra: