Salvador

Policial civil é baleado em casa noturna no Costa Azul

Vítima foi atingida na perna e no abdômen e não corre risco de morte

Redação Correio 24h
- Atualizada em

O policial civil Luiz Aurelino de Ana da Cruz, que não teve a idade informada, foi baleado na madrugada deste sábado (14) quando estava na casa noturna QG Bar Balada, no bairro do Costa Azul, onde ocorria um show da banda La Fúria. A vítima foi socorrida para o Hospital Geral do Estado (HGE) e depois transferida para o Hospital da Bahia, onde permanece internada. Luiz Aurelino é lotado na 11ª Delegacia (Tancredo Neves).

Disparos foram efetuados dentro de casa noturna, no Costa Azul
(Foto: Evandro Veiga)

Segundo informações da Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 4h e o investigador foi atingido por disparo de arma de fogo na perna e no abdômen, na Avenida Otávio Mangabeira. Policiais militares da 13ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Pituba) estiveram no local e confirmaram o fato.

A Polícia Civil informou que apura as circunstâncias do crime e tenta identificar os envolvidos. Ainda segundo a polícia, Luiz Aurelino não corre risco de morrer e apresenta um quadro estável.

Na manhã deste sábado, agentes do Departamento de Homicídios  e Proteção à Pessoa (DHPP)  estiveram no local do crime. Questionado sobre o estado de saúde do policial e sobre a investigação, um dos policiais respondeu: "estamos apurando. Ele passou por uma cirurgia e, segundo os médicos, poderá falar à tarde, momento que iremos até ele para sabermos de fato o que aconteceu".

Uma testemunha que pediu para não ser identificada contou ao Correio que a briga ocorreu dentro da casa noturna e que a vítima estava sozinha no local. A testemunha não soube informar, no entanto, o que motivou a briga e se o investigador também estava armado na hora da confusão.

No estabelecimentos só havia um homem que trabalhava na  limpeza do local.  "Quando cheguei aqui, umas 6h, estava tudo limpo e ninguém me disse nada, então não sei de nada", respondeu ao ser questionado pelo CORREIO se ele havia encontrado vestigios de sangue no local.