Salvador

Vândalos quebram radares da Transalvador à luz do dia; veja vídeo

Crimes aconteceram na Av. Bonocô e no Vale de Nazaré

Carol Aquino, do Correio 24 horas
- Atualizada em

Duas duplas de motociclistas que passavam na Avenida Mário Leal Ferreira, a Bonocô, e no Vale de Nazaré, por volta das 13h da última terça-feira (17), quebraram dois radares estáticos que ficavam nessas vias.

O quarteto foi flagrado por câmeras de segurança da Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador) e por transeuntes que passavam pelo local e registraram a ação. Os vídeos estão circulando pelas redes sociais.

Em um dos vídeos, dois homens de blusa clara se aproximam do radar em uma moto. O que está no carona chuta o equipamento, o atira no chão e, não satisfeito, o chuta novamente. Em outro vídeo, um homem de blusa verde desce da carona de uma moto, derruba o radar estático e arranca algo semelhante a uma fonte de energia.

Segundo a Transalvador, não é possível dizer se os dois casos têm alguma relação entre si. Uma queixa foi registrada na polícia.

Os radares estáticos já foram substituídos, pois a empresa que aluga os equipamentos para a superintendência mantém itens reserva em estoque. A contratada é responsável pela reposição de peças e reparos dos equipamentos, além de seus respectivos custos.

Vandalismo
Este foi o primeiro caso de radares vandalizados este ano em Salvador. Porém, no ano passado, foram registrados três casos de vandalismo em radares estáticos, como os atacados nesta terça (17), gerando um gasto de R$ 11 mil de manutenção com estes equipamentos.

O tipo de ataque ao patrimônio da Transalvador mais comum é o furto de cabos elétricos semafóricos, crime que ocorre com frequência quase que semanal.