Amor por Salvador

Centro de Convenções entregue pela prefeitura é um dos mais modernos do Brasil

Equipamento inaugurado em janeiro deste ano tem 103 mil m² de terreno, 38 mil m² de área construída

Especial de Conteúdo

Oferecimento
Em 2020, enfim, Salvador voltou a ter um Centro de Convenções. Desde 2014, quando o antigo equipamento encerrou as atividades, o turismo de negócio foi perdendo força na capital baiana. Agora, com o novo Centro, entregue pela prefeitura de Salvador em janeiro, a cidade volta a ter protagonismo nesse setor.

Sendo um dos mais modernos do Brasil, o Centro de Convenções de Salvador tem 103 mil m² de terreno, 38 mil m² de área construída e capacidade de 14 mil pessoas em eventos e de 20 mil em shows. 

Foto: Igor Santos / Divulgação PMS

O equipamento fica localizado na orla da Boca do Rio, a 20 minutos do aeroporto de Salvador, e conta ainda com duas praças de exposição, seis escadas rolantes, seis elevadores, oito auditórios moduláveis de 800 m² cada. São 1.400 vagas de estacionamento.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, que desde março vem impedindo a realização de grandes eventos, a fim de evitar a proliferação do vírus, o Centro de Convenções não funcionou como esperado, tendo eventos adiados. Para o ano que vem, com a chegada da vacina, a expectativa é que o funcionamento se normalize, com algumas programações já marcadas.

Investimento

A prefeitura investiu R$ 130 milhões na construção do equipamento, que é um dos mais modernos centro de convenções do país. As obras tiveram início em setembro de 2018 e foram concluídas em janeiro deste ano. 

A empresa francesa GL Events é a administradora do o Centro de Convenções Antônio Carlos Magalhães e seguirá na gestão do equipamento por 25 anos. Entre suas expectativas está a realização de cerca de 150 eventos por ano.