Amor por Salvador

Desejo antigo da população, primeiro hospital municipal de Salvador foi entregue em 2018

Na pandemia do novo coronavírus, equipamento foi essencial para receber pacientes

Especial de Conteúdo
- Atualizada em

Oferecimento
Em abril de 2018, Salvador passou a ter um equipamento inédito: o Hospital Municipal, inaugurado naquele período pela gestão municipal. Desejo antigo da população, o hospital saiu do papel com um investimento de R$ 120 milhões. 

O Hospital Municipal de Salvador fica localizado na Boca da Mata, região próxima a Cajazeiras, um dos bairros com o maior número de população carente de Salvador. 

Foto: Divulgação

Estrutura

Com mais de 18 mil m² de área construída, o HMS funciona de maneira ininterrupta com 252 leitos (sendo 42 de emergência) e capacidade para atender cerca de 60 mil pacientes por mês, através da atuação de 2 mil profissionais. 

A estrutura conta, ainda, com consultórios nas áreas de cardiologia, cirurgia-geral, neurologia, cirurgia pediátrica, pediatria, médico-generalista, ortopedia e traumatologia, serviço social e pré-consulta de enfermagem, sala da coordenação e de atendimento. Uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também funciona no espaço.

Pandemia

Durante a pandemia do novo coronavírus, o HMS desempenhou papel essencial, reservando leitos específicos para o tratamento de pacientes com a covid-19.

Com o recente aumento no número de casos da doença, no início de dezembro a Secretaria Municipal de Saúde anunciou a reabertura de 20 leitos no Hospital Municipal. 

Ao todo, foram reabertos 10 leitos de UTI e outros 10 clínicos, que se somam aos outros 10 leitos de UTI para o novo coronavírus que já funcionavam na unidade de saúde, que possui ainda espaço para tratar 14 pacientes pediátricos infectados pelo vírus.