‘Quero acertar de novo’, diz Biel Rios, ex-Pagodão, em recomeço na música


Foto: Bahia FM

Conhecido na cena do pagode baiano, Biel Rios traça um novo caminho em 2022. Ainda no gênero que o tornou conhecido, o artista de 28 anos recomeça na música com o pé direito rumo ao topo das paradas, desta vez levando seu próprio nome.

Convidado deste domingo (21) do programa Atitude, da Bahia FM, o cantor, ex-vocalista da banda Pagodão, responsável por alguns sucessos do ritmo em 2012, conversou com o iBahia antes de ser apresentar na atração e revelou como vem sendo recomeçar.

“Recomeçar não é fácil, porque quando você atinge um nível como a banda Pagodão atingiu, querendo ou não cria aquela expectativa. Eu saí meio que no auge da banda e no meu também, então foi um casamento. Mas aí quando você dá essa pausa e sai de cena, é bem complicado recomeçar e eu tenho noção disso. A gente sabe que não vai ser da noite para o dia, mas também nada é impossível. Eu estou super empolgado, eu acredito muito no meu trabalho, e venho me dedicando cada vez mais para fazer acontecer”.

Foto: Bahia FM

O recomeço de Biel não se assemelha ao começo do artista na música. Ao site, o pagodeiro relembrou como entrou para o mundo do pagode, na época que tinha 15 anos e sonhava com um outro futuro profissional, a carreira que muitos meninos almejam, a no futebol.

“Eu comecei na música com 15 anos em banda de bairro e tudo começou como uma brincadeira. Fiz um teste para a banda ‘A Pegada’ e eles gostaram de mim, mas sendo sincero, eu nunca tive sonho de ser cantor. Meu sonho ser jogador de futebol, cheguei até a jogar na divisão de base, mas não deu muito certo. E aí a música entrou, na verdade, eu entrei de gaiato na música e acabei gostando”.

Até profissionalizar o trabalho, Biel conta que tudo era feito na resenha. “Juntavamos os amigos, cada um dava R$ 5 para ir no estúdio ensaiar, era mais para ter algo como diversão mesmo”.

E foi na diversão que Biel chamou a atenção o suficiente para ser convidado para a banda que marcou seu nome na história do pagode em Salvador, a Pagodão, que entre seus grandes hits estão a música ‘Vapt Vupt’ e ‘Traição’.

“Quando eu tinha 17 anos eu entrei na Banda Pagodão, e foi a banda que me deu uma projeção legal, onde a gente conseguiu acertar muitos hits, com toda humildade falando, foi uma época bem legal que durou de 2012 a 2015 a minha passagem”.

Sempre com o apoio dos pais, Biel deixou o grupo para seguir em um novo projeto, o BR94, que durou alguns anos e chegou a rodar a Bahia, até decidir dar uma pausa na carreira. “Eu senti uma vontade de parar, de dar um tempo mesmo na carreira, porque eu já tinha começado muito novinho”.

O apoio não é de forma metafórica, com os pais torcendo pela carreira de Biel de dentro de casa. O artista chegou aos estúdios para gravar o Atitude acompanhado do pai, seu Emanuel, que também falou com o iBahia sobre o sonho do filho e confessou que chegou a ter medo da carreira musical, antes de perceber o talento que ele tinha.

“Quando você vai constituir uma família, que tem os filhos, você já cria todo um um projeto futuro para ele, de completar o ensino, estudar, de querer conhecimento fazer um nível superior buscar uma profissão para que possa se sustentar, mas ele sempre por coisas fora do normal (risos), como querer ser jogador de futebol, e querer ser cantor. A gente fica apreensivo, mas porque pode dar certo como também pode não dar, mas hoje eu acompanho, estou do lado, ajudo também e torço pelo sucesso dele”.

Para o recomeço, Biel elencou sua maior dificuldade, a de lidar com toda mudança pela qual a música e o público passou durante seu tempo afastado dos palcos.

“É tudo diferente, na época que eu estourei o Facebook era o momento. Hoje a gente já tem o TikTok, as dancinhas são diferentes, então, tenho que reconquistar o público. A gente vem com os pensamentos de antes, mas temos que abrir a mente para esse novo momento. Tem o pessoal que já acompanhava e que pede as músicas antigas, e tem o pessoal novo que está conhecendo agora”.

E nesse novo start, o pagodeiro revelou ao iBahia quais são seus planos para os próximos meses e qual o seu maior sonho profissional atualmente.

“Estamos pensando em gravar um DVD contando a minha trajetória no pagode desde a época do Pagodão, tem também entre os nossos planos um clipe, para focar nesse novo público. Mas o meu maior sonho é fazer acontecer novamente. Claro, respeitando a história linda que foi com o Pagodão, mas quero acertar de novo, uma música bombar no YouTube, nas rádios, e estou me dedicando para isso”.

Confira a participação de Biel Rios no Atitude:

Leia mais sobre Atitude no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias

Veja também: