‘Sou mente aberta para fazer o diferente’, diz O Poeta, atração do Palco Pagotrap no Salvador Fest


Foto: Bahia FM

Atração do Palco Pagotrap, novidade do Salvador Fest neste ano, o cantor John Ferreira, O Poeta, é um dos artistas escalados para o espaço que mais traduz o estilo do gênero que ganhou ainda mais espaço nos últimos anos na Bahia e no Brasil.

O pagodeiro, que se apresentou neste sábado (10), na edição especial do Atitude, da Bahia FM, dedicada ao Salvador Fest, conversou com o iBahia momentos antes de sua apresentação e falou sobre a escolha de fugir do trivial e fazer um pagode diferenciado para o público

“Eu sou bem mente aberta para fazer o diferente, para sair do comum. Sou muito amigo de Gibi (cantor baiano parte do grupo Sistema Paggotrap), e de outros artistas do gênero. É bem vasto o meio do paggotrap, o pessoal conhece pouco, mas quem está inserido nele sabe que tem vários outros representantes. Então por estar no meio dos meninos e por gostar de rap, de trap, achei que fazia muito a minha cara misturar com o pagode. Nunca passou pela minha cabeça fazer um só ritmo, meu lance é fazer um pagodão melhorado e unir ritmos”, contou.

O Poeta, que estourou nas rádios com o sucesso ‘Bunda no Paredão’, em 2019, e desde então vem dando “outro sabor” ao pagode, revelou o que prepara para o Salvador Fest e anunciou que o evento será palco de um lançamento, sua próxima música de trabalho.

“Eu pretendo levar três amigos do paggotrap, Gibi é um deles, iniciei uma conversa com Nêssa, ainda não firmei mas é quase 100% de certeza que ela vai estar presente e tem um artista novo que ainda não é conhecido aqui em Salvador, vem de lá de São Paulo, Thiago Luz, a gente gravou uma música inédita e no Salvador Fest vamos lançar ela é muito bacana”.

Foto: Bahia FM

Ao iBahia, o cantor falou sobre a importância de ter Nêssa ao seu lado no show. Caso participe do evento, a artista será a segunda mulher a pisar no Palco Pagotrap.

“É bem difícil você ver uma mulher no pagodão, tem Alana que está na grade da festa, mas tem várias outras que tentaram não conseguiram ir muito longe por falta de espaço. O nosso desejo é esse, que o pagodão se propague e que apareça cada vez mais artistas para levar nosso ritmo para o Brasil inteiro. Sinto essa necessidade no pagodão, os outros ritmos conseguem criar novas referências rápido demais e a gente aida tem poucas, querendo ou não. Então acho que a gente tem que começar a abrir mais espaço pra galera nova”.

Ao site, John que se apresenta pela segunda vez na festa, contou que apesar de estar se tornando uma “figurinha carimbada” na grade do Salvador Fest, nunca teve a experiência de curtir o evento como parte do público.

“Eu sempre fui evangélico, frequentava a igreja. A primeira vez que estive no Salvador Fest foi trabalhando como segurança, eu já fui para umas três, quatro edições do Salvador Fest trabalhando, e só consegui ‘curtir’ em 2019, quando fui me apresentar, foi meu primeiro show. É a realização de um sonho estar conquistando esses lugares”.

O futuro da banda já vem sendo pensado por John, que revela planos de aumentar o ballet para os próximos shows além de lançar um audiovisual do show do Salvador Fest nas plataformas digitais.

“Nossa expansão já começa no Salvador Fest. Estamos preparado várias coisas, entre elas uma surpresa da minha namorada, ela é bailarina e está montando toda a coreografia, ela também vai se apresentar com a gente no dia. Vai ser bem bacana. Todo nosso show do Salvador Fest vai ser registrado para ser lançado como clipes no YouTube, além do clipe da nova parceria com Thiago Luz”.

Confira a participação de O Poeta no Atitude Especial Salvador Fest:

Veja também: