Bahia

Após naufrágio, plantão de óbito do TJ vai funcionar até 22h

Defensoria também vai oferecer plantão especial para vítimas e familiares

Redação Correio 24 horas
Vários serviços estão funcionando de maneira estendida ou especial para atender vítimas e familiares do naufrágio em Mar Grande. Pelo menos 18 pessoas morreram no acidente na manhã desta quinta-feira (24). 
(Marina Silva/CORREIO)
O plantão de óbito funciona até às 22h horas desta quinta para dar suporte aos familiares das vítimas de naufrágio. O cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais, na rua Professor Martagão Gesteira, no Chame-Chame, em Salvador, também vai funcionar em regime de plantão, até às 22 horas.
A Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) vai estar na sexta-feira (25) no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues para dar apoio às famílias que estarão lá para reconhecer os corpos ainda não identificados. Hoje, uma equipe de assistentes sociais, psicólogos, pedagogos e técnicos esteve em Mar Grande para apoiar a Secretaria Municipal de Assistência Social de Vera Cruz no trabalho de visita às famílias das vítimas. Em Salvador, oferceu atendimento psicossial e transportou vítimas liberadas após atendimento para as residências.
A Defensoria Pública do Estado da Bahia divulgou nota se solidarizando com a tragédia e informou que vai oferecer um plantão especial para atender às necessidades de vítimas e familiares. "O plantão ficará disponível por vários dias, respeitando a dor deste momento", diz o texto. O serviço ficará disponível em Salvador e Mar Grande (Vera Cruz). Na capital, o atendimento acontecerá  na Casa de Acesso à Justiça I, rua Arquimedes Gonçalves, 271, Jardim Baiano, de segunda a sexta-feira. Os contatos poderão ser feitos pelos telefones (71) 3103-3676/3103-3671/3103-3650. A Defensoria também reforçará o Plantão de Final de Semana, que funciona na rua Pedro Lessa, 123, Canela, aos sábados, domingos e feriados. Telefones (71) 3116 – 0511 e 9 9913-9103.
Em Mar Grande, a Defensoria vai entrar em contato com a Prefeitura de Vera Cruz para organizar a ida da sua Unidade Móvel de Atendimento em breve.
Os taxistas que atendem no Terminal Marítimo e Mercado Modelo também se colocaram à disposição para prestar apoio e transportar famílias das vítimas, sem custos, para hospitais.