Bahia

Porto Seguro registra primeiro caso do novo coronavírus

Trata-se de um homem de 43 anos, que trabalha na residência de uma das pessoas com diagnóstico positivo para Covid-19

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Na noite desta segunda-feira (16), a Secretaria Estadual da Saúde da Bahia (Sesab) confirmou o décimo caso do novo coronavírus (Covid-19) no estado. Trata-se de um homem de 43 anos, de Porto Seguro, que trabalha na residência de uma das pessoas com diagnóstico positivo para Covid-19, que estavam em uma festa realizada em Itacaré. O paciente relatou contato diário com o caso confirmado e encontra-se assintomático.

Os outros nove casos confirmados são de residentes em Salvador (quatro) e Feira de Santana (cinco). De janeiro até às 17 horas desta segunda-feira (16), a Bahia registrou 587 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo 10 confirmados. Outros 249 foram descartados e 328 aguardam análise laboratorial.

Ressalta-se que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado às 17 horas de terça-feira (17).

Foto: reprodução / Pixabay
É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades primárias de atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar. Outras informações podem ser obtidas no site da Sesab .



O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA).

Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.