Bahia

Bahia: Mulher mata filho de três meses por 'chorar demais'

Antes de admitir o crime, a mãe alegou que o bebê havia passado mal em casa e morrido depois de ser atendido em uma UPA

Agência O Globo

Uma mulher foi presa na quarta-feira (28) após matar o filho de três meses em Vitória da Conquista, interior da Bahia. Graciane Almeida Silva, de 30 anos, confessou ter "dado um tapa na criança porque chorava demais" no dia anterior, causando um traumatismo craniano.

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Antes de admitir o crime, a mãe alegou que o bebê havia passado mal em casa e morrido depois de ser atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A Polícia Civil, entretanto, desconfiou da versão ao constatar uma fratura no fêmur do garoto causada no dia 12 deste mês. Em depoimento, a mulher admitiu ter espancado o filho.

Este pode não ter sido o primeiro assassinato dela: o comportamento agressivo de Graciane levou o delegado Marcelo Cavalcanti, responsável pelo caso, a suspeitar da morte do irmão gêmeo do menor no início do mês:

— Diante dessa prisão, precisamos saber se o outro bebê também não foi vítima de algum tipo de agressão que ocasionou sua morte.


Segundo a certidão de óbito, ele teria morrido por parada cardiorrespiratória. Investigadores pedirão a exumação do corpo para constar se houve ou não caso de violência. Graciane será encaminhada para um presídio enquanto testemunhas seguem sendo ouvidas na DH/Conquista.