Bahia

Bahia registra quinto feminicídio em agosto

A vítima morreu a pauladas e a polícia procura o principal suspeito do crime, o ex-namorado dela

Agência Brasil
A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM) divulgou hoje (21) que o estado já registrou o quinto caso de feminicídio em agosto. Valdicleide Pereira Lopes, 17 anos, foi assassinada no distrito de Salgadália, município de Conceição do Coité, a cerca de 200 quilômetros de Salvador. A vítima morreu a pauladas e a polícia procura o principal suspeito do crime, o ex-namorado dela, Renei Santos Mota.
Além desse caso, a SPM lembrou outras ocorrências no estado: Taynara Monteiro, de 18 anos, Lúcia de Jesus Santos e Cláudia Oliveira, ambas de 27 anos, foram assassinadas também este mês e os principais suspeitos ou autores dos crimes são companheiros ou ex-namorados das vítimas.
Apesar de a Bahia registrar o quinto caso de feminicídio, em agosto, o estado tem apenas três condenações por esse tipo de crime, desde que foi criada a lei do feminicídio. Todas as condenações, na Bahia, ocorreram este ano, sendo a primeira delas, no mês de maio.
O feminicídio é um tipo de crime de ódio, causado por motivações de gênero. A Lei do Feminicídio é de 2015 e considera casos de violência doméstica e familiar, além de “menosprezo ou discriminação à condição de mulher”. Todo tipo de violência contra as mulheres, independentemente de resultar em morte ou não, deve ser denunciado pelo telefone 180.