Bahia

Bahia tem 215 mil famílias com perfil, mas sem Bolsa Família, diz secretaria

Em todo o Brasil, de acordo com os dados do Consórcio Nordeste de julho deste ano, 2.271 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social não estão assistidas pelo programa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A Bahia tem 215 mil famílias, cerca de 1 milhão de pessoas, que têm perfil para receber o auxílio do Bolsa Família, mas não têm acesso ao benefício. De acordo com o jornal Correio, os dados são do Consórcio Nordeste divulgados pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do estado.

O receio da pasta é que com o fim do auxílio emergencial a situação de crise para essas pessoas aumente ainda mais. Em fevereiro, eram 180 mil famílias com perfil sem acesso ao programa. O secretário Carlos Martins criticou o governo federal e disse que a crise fiscal impede estados e municípios de realizarem programas que ajudem as famílias. Ele diz que a "fome não espera" e cobra "mais sensibilidade" do presidente.

Em todo o Brasil, de acordo com os dados do Consórcio Nordeste de julho deste ano, 2.271 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social não estão assistidas pelo programa. O número é maior do que o registrado em março deste ano, que foi de 1,880 milhão de famílias.


Há informações de que o Bolsa Família será reformulado pelo governo federal, passando a se chamar Auxílio Brasil. O valor pago será de R$300 e isso representa um aumento de R$ 111 em relação ao valor médio pago atualmente. A previsão é que o programa entre em vigor em novembro deste ano.