Bahia

Baía de Todos os Santos registrou outros acidentes envolvendo embarcações em 2017

Em maio deste ano, passageiros de uma embarcação passaram por um susto ao ter a lancha invadida por uma onda

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A tragédia envolvendo a embarcação Cavalo Marinho I da Associação de Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab), na manhã desta quinta-feira (24) em Mar Grande, na Ilha de Itaparica, já registra três mortes confirmadas pela Marinha entre os mais de 100 passageiros que faziam a travessia Mar Grande - Salvador. Até o momento, 21 pessoas foram resgatadas com vida. 

(Reprodução: Amanda Palma/ CORREIO)

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em Salvador, as vítimas estão sendo levadas para o Hospital do Subúrbio. Na Ilha, as vítimas estão sendo atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Mar Grande. O estado de saúde das vítimas ainda não foi confirmado.

Este não é o primeiro registro de acidentes na Baía de Todos os Santos em 2017. 

Em maio deste ano, passageiros de uma outra embarcação da Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab) passaram por um susto quando uma onda invadiu a lancha que fazia a travessia Salvador - Mar Grande. Apesar do momento de pânico, ninguém saiu ferido do local. 

Outro acidente envolvendo 12 atletas de uma equipe de canoagem havaiana faz parte dos registros da Marinha. Duas embarcações que trasportavam os atletas naufragaram nas proximidades do Morro do Cristo, em Salvador. De acordo com a polícia, as vítimas foram localizadas a uma distância de aproximadamente 2 quilômetros da costa. Não houve feridos.