Bahia

Chacina deixa quatro mortos em Feira de Santana

As vítimas foram assassinadas no interior de uma residência no povoado de Tanquinho, zona rural de Humildes

Redação Correio 24h
- Atualizada em
Quatro homens foram mortos durante uma chacina em Humildes, distrito de Feira de Santana, na noite da quarta-feira (8). As vítimas foram identificadas como Josevaldo Silva Conceição, José Augusto Lima da Silva, Maurício Lima de Jesus e Maurício Francisco de Souza. Eles foram mortos a tiros no interior de uma casa no povoado de Tanquinho, zona rural de Humildes, por volta das 21h30. De acordo com informações da Delegacia de Homicídios da região, a polícia investiga a suspeita de que o crime tenha sido uma execução. Os corpos dos quatro homens foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana. Ainda de acordo com a Polícia Civil, uma perícia já foi realizada no local do crime, mas ainda não há informações sobre a autoria e motivação da chacina. O caso está sendo investigado pelo delegado Jean Souza, titular da Delegacia de Homicídios da cidade.Caso semelhante aconteceu há seis meses
Em abril deste ano, quatro homens foram encontrados mortos dentro de uma casa no distrito de Humildes, em Feira de Santana. Segundo informações a 66ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Feira de Santana), o crime aconteceu na madrugada do dia 8, na localidade conhecida como Bom Viver. Testemunhas contaram que cinco homens chegaram em um carro, invadiram a casa e efetuaram os disparos.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Quatro homens foram encontrados mortos no interior de uma casa em Humildes, no mês de abril
(Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)

A casa onde o crime aconteceu pertence a tia de Fabrício dos Santos Teixeira, 19 anos. Ele é uma das vítimas da chacina. Além dele, morreram Ricardo Bispo de Brito, 27 anos e outros dois rapazes, ainda não identificados. Uma moto sem placa, encontrada na casa, também foi encaminhada para o departamento para ser periciada. Ainda de acordo com a PM, Fabrício é natural de Araci e estava morando na casa da tia havia poucos meses. "Há duas semanas Fabrício chamou esses três rapazes para morar no local com ele", disse Saraiva. Além da moto, a polícia apreendeu uma grande quantidade de crack e material para embalagem de drogas. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios.
Correio24horas