Bahia

'Determinei às nossas forças policiais o máximo de rigor', diz Rui Costa sobre as festas

No pronunciamento, ele ressaltou que nove mil vidas foram perdidas para o novo coronavírus na Bahia.

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Durante um pronunciamento oficial nesta terça-feira (22), o governador Rui Costa reforçou a proibição das festas de fim de ano no estado da Bahia. A medida entrou em vigor no dia 4 de dezembro e consiste na proibição de qualquer evento neste período de fim de ano, independente do número de pessoas no evento.

"A pandemia tornou este ano muito difícil e triste. Já são quase nove mil mortos na Bahia. Desde o início, trabalhamos incansavelmente tratando a pandemia como uma verdadeira guerra a ser vencida. A Bahia é o estado que mais investe em saúde e graças ao empenho dos nossos profissionais conseguimos salvar milhares de vida. Somos a segunda menor taxa de mortalidade do país. Mas, infelizmente, estamos diante de uma segunda onda do coronavírus", disse o governador da Bahia.

No pronunciamento, ele ressaltou que nove mil vidas foram perdidas para o novo coronavírus na Bahia.

"Já determinei às nossas forças policiais o máximo de rigor para impedir a realização de festas, na capital e no interior. Quero pedir o seu apoio: use máscara. Tenho fé que 2021 será o ano da vacina e da vitória", pontuou Rui Costa.


O governador ainda afirmou que solicitou atuação da polícia para garantir o cumprimento do decreto. "Que a polícia atue preventivamente, faça a notificação desse ente comercial avisando que não será permitido, e que a polícia fará o bloqueio de entrada desses estabelecimentos. Nós não permitiremos festa em nenhuma quantidade de público", enfatizou.

Veja o vídeo: