Bahia

Estudante da UFRB é morta a tiros enquanto caminhava com amiga após sair da universidade

Vítima tinha 25 anos e cursava o sétimo semestre de Serviço Social; ex-namorado é apontado como principal suspeito

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A estudante de serviço social da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Elitânia de Souza da Hora, de 25 anos, foi morta a tiros na noite desta quarta-feira (27), em Cachoeira (BA). Ela estava no sétimo semestre do curso e o ex-namorado é apontado como principal suspeito do crime. As informações são do G1 Bahia.

Foto: Reprodução
Ao G1, a delegacia da cidade informou que Elitânia tinha acabado de deixar a universidade e caminhava para casa ao lado de uma amiga qua foi alvejada.

Segundo o delegado João Mateus Correia, informou ao G1 que o homem era investigado por agressões contra a estudante e foi identificado pela testemunha do homicídio. Ainda de acordo com o delegado, a jovem possui uma medida protetiva que impedia a aproximação do ex-namorado.

O delegado disse ainda que o suspeito foi ouvido antes do crime que ocorreu nesta quarta-feira (27) e, naquele momento, a polícia analisava se haveria a necessidade de pedir a prisão dele. O suspeito não teve o nome revelado

A polícia contou ainda ao G1 que um homem se aproximou das duas, atirou na estudante e fugiu. Elitânia chegou a ser levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Após o homicídio, a universidade decretou luto oficial de três dias e as aulas foram no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), onde a vítima estudava, foram suspensas.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Santo Amaro. A delegacia de Cachoeira investiga o caso.

Confira a nota da UFRB na íntegra:
A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Reitoria e da direção do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento da estudante Elitânia de Souza da Hora, do sétimo semestre do curso de Serviço Social, na noite desta quarta-feira, dia 27 de novembro.

As terríveis circunstâncias do crime contra Elitânia causam tristeza e indignação de toda a comunidade acadêmica. A UFRB deposita sua confiança nas autoridades para que a justiça seja feita.

O Vice-Reitor, no exercício da Reitoria, declara luto oficial de três dias na UFRB e a suspensão das aulas no Centro de Artes, Humanidades e Letras na data de hoje.

A Universidade está em contato com a família para prestar a devida assistência.

Ao registrarmos nossas condolências, manifestamos apoio e solidariedade aos amigos e familiares e a toda comunidade acadêmica.