Bahia

Estudantes da rede estadual iniciam ano letivo com novo fardamento

A Secretaria da Educação destinou uma verba especial descentralizada para as unidades escolares

Editoria Notícias & Empregos
Estudantes da rede estadual iniciam o ano letivo de 2013 com o recebimento do fardamento escolar gratuito. A iniciativa visa garantir que todos tenham acesso à unidade, uma vez que a farda escolar é um item obrigatório para a identificação do estudante.

O kit fardamento consta de três camisas oficiais e uma diferenciada para a prática da educação física. Mais de três milhões de camisas estão sendo distribuídas pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, totalizando um investimento superior a R$ 17 milhões.

O secretário da Educação, Osvaldo Barreto, destaca as vantagens da farda. “O uniforme escolar colabora para que o estudante desenvolva o sentimento de pertencimento à coletividade, sinta-se parte de uma história e construa uma memória relativa a esta fase tão importante da vida”. Ainda segundo Barreto, além dessa importância simbólica, o fardamento escolar traz vantagens práticas aos estudantes e suas famílias, “como a economia de roupas e segurança, por exemplo”.

Osvaldo Barreto destaca também que o acesso às salas de aulas das escolas estaduais é permitido somente aos estudantes fardados. Além disso, o aluno ainda pode ser melhor acompanhado no caminho para a escola, se estiver vestidos com a camisa da farda.

Antes de fazer a entrega fardamento, cada escola é responsável por imprimir nas camisas, ao lado do escudo do Estado da Bahia, comum para toda a rede, o seu próprio símbolo de identificação, seja escudo, nome ou sigla. Para isso, a Secretaria da Educação destinou uma verba especial descentralizada para as unidades escolares.
A estudante Suilan Santos da Silva, do 2º ano do ensino médio do Colégio Estadual Mário Augusto Teixeira de Freitas, em Salvador, aprova o fardamento escolar. “A gente fica mais protegido quando está de farda, com todo mundo vendo a escola que a gente estuda”. Para ela, com a medida, o governo também está mostrando a preocupação para que as pessoas não gastem dinheiro, “porque a farda é de graça, e o dinheiro que a gente gastava, agora fica para outras coisas, dá para comprar livros. Outra coisa que eu acho boa é a farda separada para educação física, que é sem manga e não faz calor”.