Bahia

Homens armados invadem e roubam mina de diamantes na Bahia

O crime aconteceu por volta das 23h, na cidade de Nordestina

Redação Correio 24h

Um grupo fortemente armado invadiu uma mina de diamantes na cidade de Nordestina, no Nordeste Baiano, na noite de domingo (8). Segundo informações da Polícia Militar, cerca de 20 suspeitos usaram um carro para derrubar o portão da Mineradora Lipari, zona rural do município. O crime aconteceu por volta das 23h, na Mina Baraúna.

Ainda de acordo com a PM, após invadirem a empresa, os suspeitos atiraram diversas vezes usando armas nos calibres 7,62, 5,56 e 357. Após efetuarem o roubo, os bandidos fugiram. Guarnições da PM realizaram rondas na região, mas os suspeitos não foram localizados.

Imagem de operação da Mineradora Lipari 
(Foto: Divulgação/Lipari)

Em contato com o CORREIO, a assessoria de comunicação da Lipari confirmou o roubo e disse ainda que não houve feridos na ação. A empresa informou ainda que não sabe a quantia levada na ação e que, por precaução, não está dando maiores informações. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Mina Braúna
A Mina Braúna é a primeira mina de diamantes na América do Sul, desenvolvida a partir de um depósito de kimberlito, a rocha fonte primária de diamante. A Mina é uma operação de mineração a céu aberto que utiliza frota e equipamentos próprios para alimentar uma planta de processamento de 2.000 toneladas de minério kimberlítico por dia, 24 horas por dia, 7 dias por semana, empregando mais de 300 colaboradores diretos e indiretos.

A operação a céu aberto está concentrada no depósito de kimberlito Braúna 3, uma das 21 ocorrências de kimberlito atualmente exploradas e desenvolvidas pela Lipari.