Bahia

Homens são presos após confessarem morte de motorista de aplicativo na Bahia

Eles teriam cometido o assassinato para não serem denunciados

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Dois homens foram presos no último sábado (9) suspeitos de cometerem latrocínio, o roubo seguido de morte, contra o motorista por aplicativo e estudante de odontologia Hiago Evangelista Freitas, de 24 anos. A prisão aconteceu na cidade de Vitória da Conquista, localizada a 518 km de Salvador.

Rodrigo e Alexandre foram presos em flagrante (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Rodrigo Porto Oliveira Silva, o "Playboy", de 22 anos, e Alexandre Cruz Brito, o "Parcker" ou "Xande", de 21, confessaram o crime e foram autuados também por ocultação de cadáver. Rodrigo também responderá por associação ao tráfico de drogas, adulteração de sinal identificador e posse ilegal de munição.

Hiago deu o último sinal de vida na última quarta-feira (6). Ele estaria fazendo o transporte de um passageiro e teria falado com a namorada. Depois disso, não foi mais visto. O corpo do rapaz foi localizado na sexta-feira (8), parcialmente carbonizado, em um distrito da zona rural de Vitória da Conquista.



Na residência de Rodrigo Porto foram apreendidos diversos objetos pessoais da vítima, entre eles, documentos, cartões bancários, chave do veículo e o celular de Hiago. Os policiais também encontraram um simulacro de arma de fogo, utilizado no crime.

De acordo com o coordenador da 10ª Coorpin / Conquista, delegado Fabiano Aurich, a dupla assassinou a vítima para evitar que fossem denunciados. "Rodrigo e Alexandre relataram que após a saída de Conquista, anunciaram o assalto, utilizando um simulacro de arma de fogo. Hiago foi mobilizado e depois levado ao local onde foi morto. Atribuíram o assassinato ao receio de serem denunciados", explicou. A dupla está à disposição da Justiça.