Bahia

Índia pataxó acusa policial civil de espancamento em Santa Cruz Cabrália

A mulher de 54 anos afirmou que o investigador e três agentes foram até sua casa em busca de dois eletrodomésticos que haviam sido roubados

Redação CORREIO (redacao@correio24horas.com.br)
- Atualizada em

Um índia da tribo Pataxó acusa um policial civil de tê-la espancado dentro da própria casa em Coroa Vermelha, distrito de Santa Cruz Cabrália, a 728 km de Salvador. Segundo informações da TV Bahia, a mulher de 54 anos afirmou que o investigador de polícia e outros três agentes foram até sua residência em busca de uns eletrodomésticos que haviam sido roubados, nesta segunda-feira (26).


Segundo a vítima, os policiais a acusaram de roubo. Segundo ela, policial acusado de agressão alegou que os eletrodomésticos, que o filho da índia, havia comprado eram da esposa dele.


De acordo com o coordenador regional da Polícia Civil, Evy Paternostro, o policial acusado de agressão trabalhará normalmente até a conclusão do inquérito, que tem uma previsão de 30 dias. Até então, as investigações estão baseadas nos depoimentos da vítima, dos acusados e de testemunhas e uma guia para a realização de exames que podem comprovar as agressões.


As investigações estão sob responsabilidade da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior, em Eunápolis.