Bahia

Interditado: atracadouro de São Tomé de Paripe desaba e deixa ferido

Três pessoas caíram no mar devido ao desabamento

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Com o desabamento de parte do atracadouro de São Tomé de Paripe, o acesso foi interditado pela Defesa Civil do Salvador (Codesal), na tarde deste sábado (4). O acidente deixou pelo menos um ferido e levou três pessoas ao mar.

Responsabilidade do Governo do Estado, o Terminal Náutico está passará por obras de recuperação, tendo inclusive a Tecnocret Engenharia como empresa que fará o serviço, que de acordo a Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) "está atendendo as solicitações da Prefeitura para a liberação das licenças obrigatórias do serviço".

Segundo informações do governo, depois do incidente, acionará a Tecnocret para que termine os serviços junto à Prefeitura. "Após a finalização da obra, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agerba) fará a concessão do terminal, que deverá ser administrado pela empresa vencedora", comentou em nota a Seinfra.

"O Terminal Marítimo de São Tomé de Paripe será interditado temporariamente para que os reparos sejam feitos. A obra não teve início até o momento porque a empresa vencedora, Tecnocret Engenharia, está atendendo as solicitações da Prefeitura para a liberação das licenças obrigatórias do serviço", explicou a pasta.