Bahia

Justiça determina que corpo de Mãe Stella de Oxóssi seja transferido para Salvador

Ialorixá morreu na tarde da última quinta-feira (27), aos 93 anos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O Tribunal de Justiça da Bahia, em Nazaré, determinou que o corpo de Mãe Stella de Oxóssi seja transferido para o terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, em Salvador. A informação é da TV Bahia. A ialorixá morreu na tarde da última quinta-feira (27), aos 93 anos.

Na decisão, a juíza Caroline Rosa de Almeida Velame Vieira, também determinou que o sepultamento não seja realizado na cidade do recôncavo baiano, onde o velório ocorre nesta sexta-feira (28). A solicitação foi feita pela Sociedade Cruz Santa, entidade que mantém e administra o terreiro Ilê Axé Opô Afonjá.

A juíza entendeu que "se deve conceder à comunidade o exercício do culto religioso, ante a supremacia do princípio que aqui seria violado, de forma irreversível, do exercício livre da religião da qual a Iya Stella de Oxossi era líder, bem como a proteção do patrimônio histórico e cultural do exercício da religião de matriz africana".

Impasse no sepultamento
No começo da manhã desta sexta-feira (28), o sepultamento de Mãe Stella causou um impasse entre a família e a companheira dela, Graziela Dhomini. Os filhos e integrantes do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá desejavam que o corpo da ialorixá fosse levado para Salvador, cidade do terreiro. Já a companheira, Graziela Dhomini, anunciou o sepultamento para a tarde de hoje (28), em Nazaré, onde morava com Mãe Stella.