Bahia

Moradores de Capim Grosso denunciam matança de cães e gatos

14 gatos e dois cachorros teriam sido envenados

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
14 gatos foram vítimas da matança

Depois do extermínio de animais ocorrido no começo de outubro, em Amélia Rodrigues, a 84 quilômetros de Salvador, uma nova matança de cães e gatos foi denunciada por moradores do interior da Bahia. Desta vez, o episódio que ocorreu há cerca de quinze dias, mas somente agora foi divulgado, aconteceu nas proximidades do município de Capim Grosso, a 283 Km da capital. De acordo com os habitantes, cerca de 14 gatos e dois cachorros de raça  - um pitbull e um rottweiler - teriam sido envenenados na localidade. Eles relataram ainda que esse tipo de crime tem sido recorrente na região.


Para provocar a morte por envenenamento, pedaços de carne e de salsichas teriam sido utilizadas como iscas. Os animais apresentaram sintomas semelhantes e chegaram a expelir sangue pela boca. Alguns dos proprietários acreditam que as mortes foram provocadas com o uso de chumbinho, produto utilizado como veneno.


Apesar disso, não foi registrada ainda nenhuma denúncia na Delegacia de Polícia de Capim Grosso. O oficial de plantão, que preferiu não se identificar, disse que escutou "rumores" sobre o crime, mas que não havia nenhum boletim no estabelecimento. Um dos motivos apontados é que os moradores teriam medo da reação do provável suspeito, caso a situação fosse levada ao conhecimento da Polícia.


*Com informações da Folha Regional