Bahia

Morre, aos 84 anos, o escritor e professor baiano Edivaldo Boaventura

Ele deixa uma mulher e dois filhos,entre eles o cantor Daniel Boaventura

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O escritor e professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Edivaldo Boaventura, morreu na madrugada desta quarta-feira (22), aos 84 anos. Ele não resistiu a complicações advindas de uma cirurgia cardíaca.

Edivaldo é natural de Feira de Santana (BA) e é bacharel em Direito e em Ciências Sociais pela Ufba. Em 1996, o Edivaldo assumiu a direção-geral do Jornal A TARDE.

O professor foi duas vezes secretário de Educação e Cultura da Bahia, a primeira entre 1970 e 1971 e a outra entre 1983 e 1987. Na segunda gestão, ele foi responsável pela criação da  Universidade do Estado da Bahia (Uneb), credenciou a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e também auxiliou na criação  da Universidade Estadual do Sudoeste Baiano (UESB) e Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

Edvialdo também presidiu a Academia de Letras da Bahia entre os anos de 2007 e 2011. O escritor deixa esposa e dois filhos, entre eles o cantor Daniel Boaventura. Ainda não foram divulgados os locais do velório e do sepultamento.