Bahia

Mulher denuncia que foi abusada sexualmente dentro de ambulância

Segundo a jovem, o abuso aconteceu no trajeto até a UPA do bairro Santa Luiza

Uma mulher de 22 anos, que não teve o nome divulgado, denunciou um paramédico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) por abuso sexual. O caso acontece no sábado (17), em Barreiras, oeste baiano. As informações são do CORREIO. 

De acordo com a polícia, a jovem fez uma denuncia na delegacia. Em depoimento, ela contou que estava jogando futebol com amigos quando passou mal, por volta das 23h30. Uma ambulância do Samu foi acionada e prestou socorro à jovem.

A mulher contou que o socorrista que foi na parte de trás da ambulância com ela passou a mão nos seus seios e acariciou seu órgão genital no trajeto até a UPA do bairro Santa Luiza. O acusado ainda será ouvido pela polícia. 

Em nota ao CORREIO, a Secretaria de Saúde da cidade informou que está acompanhando a apuração da denúncia e que o socorrista "foi afastado das atividades assistenciais em ocorrências à população desde o domingo (18), cumprindo carga horária em regime administrativo até que as investigações sejam devidamente concluídas".