Bahia

Mulher é presa por matar ex-amante após ameaça de divulgação de vídeo íntimo

Ela e o irmão foram presos pelo crime, no interior baiano; corpo foi queimado

Redação Correio 24h

Os irmãos Regivânia e Gerlan Moreira de Souza foram presos na terça-feira (26) acusados pela morte de Antônio Roque Silva de Oliveira, que teve o corpo incendiado em Jandaira, na Bahia, em fevereiro deste ano. A investigação mostra que Regivânia tinha um caso com Antônio e resolveu matá-lo porque ele não aceitava o fim da relação e estava fazendo ameaças.

O delegado Jobson Marques, de Rio Real, que ficou à frente da investigação, diz que a vítima e Regivânia tinham um relacionamento extraconjugal por mais de dois anos. Ela então resolveu terminar o caso, mas Antônio não aceitou e ameaçou divulgar vídeos íntimos dos dois nas redes sociais se ela não quisesse ficar com ele.

Para evitar que os vídeos fossem divulgados, a mulher decidiu matar o amante. Ela teve ajuda do irmão Gerlan e de um outro homem, identificado como Givanilson, que ainda é procurado pela família.

No dia do crime, Regivânia atraiu Antônio para o sítio da família, onde ele foi baleado nas costas por Gerlan e depois teve o corpo queimado. “Gerlan e Givanilson carregaram Antônio para dentro de um carro e, em uma plantação de eucaliptos próxima, atearam fogo no veículo com a vítima dentro”, explica o delegado.

Givanilson está com um mandado de prisão em aberto, enquanto Gerlan e a irmã seguem custodiados na carceragem da DT/Rio Real.